Destaques
Facebook
Twitter
Print Friendly

Aparecida do CarmoAparecida do Carmo Frigeri Berchior*
Consultora, atua em pesquisa na área educacional, em elaboração e análise de currículos, implementação de novas metodologias e avaliação formativa
***

Muito se tenta implementar a avaliação formativa no contexto do processo ensino aprendizagem. Porém, ao se analisar grande parte dos métodos avaliativos no ensino superior, percebe-se que a natureza metodológica, para um alinhamento desta categoria, revela-se incipiente, ou então, só transita por aspectos técnicos formais. A avaliação formativa é mais do que uma estrutura; a dificuldade em implementá-la reside, justamente, em se elaborar uma avaliação contextual e problematizadora, articulada e inserida no processo ensino aprendizagem. Uma postura desta natureza exige um olhar mais amplo acerca da avaliação e, necessariamente, deve perpassar a construção do Projeto Pedagógico de Curso e as escolhas deste acerca das metodologias a se adotar no desenvolvimento da aprendizagem.

Modelar a avaliação por estruturas só formais apoia-se em uma visão simplista; modelar um processo avaliativo de natureza processual e formativo é tarefa complexa. A dificuldade em se adotar este perfil avaliativo deve-se, na maioria das vezes, à ausência de articulação com o processo ensino aprendizagem. Na verdade, a avaliação formativa revela, exatamente, o resultado de como este processo foi conduzido. Tal concepção de avaliação insere-se na prática pedagógica e não há, portanto, como se dissociar do conceito de “formativa”.

Leia mais »

 
Print Friendly

daniel-medeiros2016Daniel Medeiros
Doutor em Educação Histórica pela UFPR
Professor do Curso Positivo, trabalha com esse sonho há 32 anos
***
O neurologista português Antônio Damásio, na obra “Espinosa tinha razão”, organiza uma série de questões preliminares sobre a pergunta quem somos nós: “A mente e o corpo são duas coisas diferentes ou formam apenas uma? Se eles não são semelhantes, atribuem-se a duas substâncias diversas ou a uma só? Se são duas substâncias, a da mente vem em primeiro lugar e é a causa da existência do corpo e do cérebro, ou bem a substância corporal vem primeiro e seu cérebro causa a mente? Como essas substâncias interagem?” Penso nessas perguntas todas enquanto minha timeline pipoca com notícias sobre adolescentes se mutilando e se matando como se o corpo fosse um item descartável de uma mente que continuará para vibrar com os likes sobre sua própria aventura. Ah, se tivessem lido Espinosa…

Especialistas de todos os gêneros debruçam-se avidamente sobre o “problema”, como se gente se matando ao longo da História fosse uma raridade soterrada pelos escombros da barbárie de um passado distante e que só agora volta para nos assombrar. Pois não é. Só no Brasil, a cada hora, uma pessoa se mata. Para de respirar. Interrompe o processo vital. Inicia o processo de deterioração sem volta. E o que será que leva tanta gente a optar por esta forma de deixar de viver? Isso considerando os que optaram.

Leia mais »

 
Print Friendly

Ivo CarraroIvo Carraro
Orientador educacional do Curso Positivo
***
Dois em cada dez universitários que superaram o vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) desistem do curso após dois anos – mesmo tendo deixado para trás outros 45 mil concorrentes em uma das provas mais concorridas do país. A razão está na escolha errada do curso e na insatisfação gerada por optar por uma formação/profissão que não desperte prazer. Os números são altos, já que afetam 20% do total de aprovados do principal vestibular do Paraná, e podem ser reduzidos com mais atenção à orientação profissional dos jovens.

Profissionais bem-sucedidos, independentemente da área escolhida, têm algo em comum: todos gostam do que fazem. Opino com convicção, porque fui a campo para investigar as razões que levam médicos, engenheiros e advogados a se tornarem reconhecidos em suas áreas de atuação. A resposta: é como se todos conseguissem um casamento entre a profissão e o desenvolvimento de suas áreas da inteligência – as mais exigidas para a área de trabalho – ao longo da vida.

Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics
Página 1 de 68412345...102030...Última »