Print Friendly, PDF & Email

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Na Idade Média, o teatro exibia representações religiosas, como os Milagres e os Mistérios. As comédias, por sua vez, tratavam de moralidade e apresentavam farsas, sendo uma das mais célebres a Farsa do Advogado Pathelin, já no século XV. Encenavam também as soties, representações de caráter satírico. Sotie deriva de sot, em francês, que significa tolo, p. ex.: “Il est un sot”, ele é um bobo, patola.

Esse tipo de teatro, então, teve seu nascedouro em temas religiosos. A missa era o drama sacro por excelência, principalmente nos dias de festa. Eram os assim chamados Milagres. Pouco a pouco, o drama se separa do ofício sagrado. Passamos a ter peças profanas, ao pé da letra, fora do templo, campal, em praça pública. Os Milagres cedem lugar aos Mistérios, assim denominados pelos franceses e italianos. Na Grã-Bretanha datam do século XI, segundo o escritor Alexandre Herculano. A partir do séc. XIV, inclusive na Alemanha, essa modalidade de espetáculo teatral abarcava, durante vários dias, toda a história sagrada, desde a queda de Adão e Eva, no Paraíso, até a vida de Jesus Cristo e o Juízo Final.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Alberto Costa
Senior Assessment Manager de Cambridge Assessment English, departamento da Universidade de Cambridge especializado em certificação internacional de língua inglesa e preparo de professores
***

Como explicado no artigo anterior, a internacionalização do Ensino Superior é basicamente composta por camadas, como um conjunto de ações diversas que se completam. Já abordamos também aqui questões como a definição do processo e o primeiro passo para adotá-la, EMI[1] (um dos meios pelo qual a comunicação e a troca internacional acontecem) e cases nacionais e internacionais que podem ser estudados como inspiração para instituições que desejam seguir esse caminho.  Cada um desses temas pode ser entendido como aprofundamentos necessários a uma ou mais etapas dessa pirâmide que move a implementação e a sustentação do processo de internacionalizar o programa de educação.

Basicamente as políticas de idioma existem para orientar as universidades durante o caminho de implantação do processo de internacionalização, mas sua atuação não para por aí. Ela também é importante nas fases seguintes. É justamente a partir disso que são estabelecidas metas para o ensino e definidas quais atividades serão necessárias para alcançá-las. Sua função é servir como uma base que definirá parâmetros – um conjunto de métricas para que a IES consiga medir o progresso em direção aos seus objetivos.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Daniel Maia
Business Development Manager para Setor Público e Educação na Microsoft Brasil
***

Os alunos que estão na pré-escola hoje, ao se formarem, estarão mais bem preparados para o futuro se tiverem uma base social e emocional sólida desenvolvida em um ambiente de sala de aula personalizado. É o que aponta pesquisa patrocinada pela Microsoft e conduzida pela Prática Educacional da McKinsey & Company.

Buscando avaliar as iminentes mudanças no mercado da educação, a pesquisa ouviu 70 líderes de opinião globais, incluindo pesquisadores, diretores escolares, educadores, coordenadores e CEOs, ao mesmo tempo em que analisou 150 estudos anteriores sobre o tema. Também foram ouvidos dois mil alunos entre 12 e 18 anos e dois mil professores, que responderam à pesquisa ou participaram de discussões em grupo em países como Canadá, Cingapura, Estados Unidos e Reino Unido.

Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics