Destaques
Patrocínio
Quero Summit
Facebook
Print Friendly, PDF & Email

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

“Começar de novo” é nome de canção. Esse o verdadeiro sentido do verbo reverter. Prevíamos comemorar com uma viagem: bodas de ouro; nosso filho, que mora nos Estados Unidos, bodas de prata, e nossa filha, aniversário. Num encontro de família e amigos. Pelo visto… Em vez disso, confinados em casa, passamos a sentir as “dores do mundo”, título de uma obra de Schopenhauer, mundo esse atualmente abalado pelo coronavírus. Apesar de ser considerado pessimista, Shopenhauer, mesmo admitindo as desventuras da vida, inculca o estudo da arte, o cultivo da simpatia, duas atitudes ou posturas também recomendáveis em tempos de confinamento.

Diante do inexorável, valem esses ditados: Deus escreve certo por linhas tortas: O homem põe e Deus dispõe; Se a vida te der um limão, faça uma limonada. Também S. Paulo, “Para os que amam a Deus tudo concorre para o bem”. Mas não pense que é fácil… Sei que não é bem assim.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Daniele Piazzi
Consultora de Marketing e Comunicação da Hoper Educação
Karla Caldas Ehrenberg
Consultora em Comunicação Organizacional e Digital

***

Diante da pandemia do COVID-19 toda a sociedade passa por um momento de apreensão, dúvidas e, acima de tudo, mudanças. Uma crise como essa, de proporções mundiais, requer a execução de um plano baseado em conhecimento, estratégias e ações. Assim, torna-se essencial que as instituições de ensino compreendam a grandiosidade da situação e mantenham seus públicos informados de maneira clara, objetiva e frequente. O objetivo deste artigo é apoiar o profissional de comunicação das instituições de ensino a identificar e incorporar estratégias eficientes para o enfrentamento da crise do COVID-19.

A pandemia do COVID-19 representa um desafio não só às autoridades de saúde e governantes, mas também aos profissionais de comunicação. Afinal, informações precisas são necessárias para evitar a proliferação do vírus e atenuar o medo e o pânico social. Mesmo com essa constatação, a realidade no ambiente digital, muitas vezes, vai na contramão: redes sociais estão repletas de fake news, informações desatualizadas e não confiáveis, além da demora ou ausência de resposta por parte das organizações.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Ronaldo Mota
Diretor Científico da Digital Pages
Membro da Academia Brasileira de Educação
***

Em tempos difíceis de interpretar o presente, muito mais complexo palpitar sobre o futuro. Mesmo assim, inevitável pensar sobre a aprendizagem que as experiências em curso nos deixarão, enquanto legado, para o amanhã.

Um sumário abreviado, imaginariamente feito no futuro, ressaltará que desprezamos alertas claros sobre a irresponsabilidade do consumo de animais exóticos, reservatórios de vírus, cujos resultados no organismo humano desconhecemos.  Para quem não sabe, em 2007, um grupo de cientistas chineses fez um grave alerta sobre o tema em artigo publicado na American Society for Microbiology.

Da mesma forma, haverá uma consciência bem mais ampla sobre a loucura de elegermos governantes que claramente desprezam ciência, educação e cultura. Trata-se, em qualquer lugar do mundo, de um tiro no pé, na perna, no corpo e, especialmente, na alma. Portanto, terá ficado evidente não comer pangolins ou eleger despreparados.

Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics