Destaques
Facebook
Twitter
Comentários

Sobre : ABMES

Nome Completo: ABMES
Site: http://www.abmes.org.br
Detalhes:

Artigos do(a) ABMES:

    Bruno Coimbra
    Assessor jurídico da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
    ***

    Em abril de 2018, mais de dez anos após a entrada em vigor da Resolução nº 1, de 08 de junho de 2007, foi instituído no país o novo marco regulatório da pós-graduação lato sensu. A dimensão da complexidade da revisão promovida no Conselho Nacional de Educação (CNE) é percebida pelo simples fato de que a Comissão formalmente estabelecida para revisar as regras até então vigentes teve sua primeira reunião em 9 de abril de 2013 e seus trabalhos concluídos exatamente cinco anos depois. Em 9 de abril de 2018, foi publicado no Diário Oficial da União o resultado final do trabalho: a Resolução nº 1, de 6 de abril de 2018. As diferenças advindas com o novo regramento são substanciais e alteram de forma relevante o atual cenário de oferta.

    A primeira delas, e aqui me permito não fazer gradação de impacto e relevância, mas apenas sigo o curso da redação da Resolução vigente, diz respeito à exigência de que as instituições de educação superior (IES) tenham pelo menos um curso de graduação nas modalidades presencial ou a distância reconhecido. Antes, bastava que a IES tivesse um curso autorizado em qualquer das modalidades para que pudesse ofertar a pós-graduação.

    Leia mais »

    Compartilhe:
    Avaliar

    Lioudmila Batourina
    Consultora de parceria internacional da ABMES
    lioudmila@abmes.org.br

    ***

    Preciso declarar a minha admiração pelo professor Gabriel Mario Rodrigues, presidente do Conselho de Administração da ABMES. Cada artigo dele é imbuído de um profundo dever cívico, de uma dor sincera e de grande amor por seu país. Para mim, que sou estrangeira, isso é especialmente evidente. E é nesse contexto que afirmo estar 100% de acordo com o seu artigo publicado no blog da ABMES no último dia 3 de julho: O Brasil precisa dar certo.

    Tenho algo a dizer sobre otimismo e fé na minha pátria. Como russa, ou pode-se dizer “soviética”, vivenciei o colapso da União Soviética ocorrido nos “anos negros”, como ficou conhecida a década de 1990 na Rússia. Foi um período no qual a autoestima das pessoas estava muito baixa, todo mundo falava em deixar o país, a história dos problemas e triunfos estava revirada de cabeça para baixo e os jornalistas tentavam chegar à frente um do outro na busca por novos escândalos. Neste tempo, era extremamente difícil acreditar que tudo ia ficar bem. Não só economicamente, mas que algum dia as coisas fossem se encaixar.

    Leia mais »

    Compartilhe:
    Avaliar

    Celso Niskier
    Vice-presidente da ABMES e reitor da UniCarioca
    Lioudmila Batourina
    Consultora de parceria internacional da ABMES
    ***

    Devido a sua natureza lucrativa, existe uma falácia de que em instituições particulares a educação é de baixa qualidade. Sejamos claros e honestos: a educação privada aparece onde o setor público não é capaz de atender as necessidades da sociedade. Este é o caso do Brasil, onde 87,7% dos estudantes estão matriculados em IES particulares (dados do MEC 2017). De acordo com o Plano Nacional de Educação (PNE), aprovado pelo Congresso Nacional, até 2024 o Brasil deve atingir 30% do total de matrículas em IES. Hoje esse número é de apenas 15%. As necessidades reais da sociedade são muito maiores. Imagine se todas as instituições particulares fossem fechadas, o país teria um acesso muito limitado ao ensino superior – em poucos anos a economia brasileira encolheria para a república das bananas. Por isso, é justo dizer que o setor privado de ensino superior no Brasil é, de fato, um contribuinte muito importante para o plano nacional de educação e na solução dos problemas de inclusão social.

    As instituições públicas, totalmente mantidas pelos contribuintes, estão tradicionalmente desempenhando o papel de uma locomotiva na ciência e pesquisa brasileiras. Do topo, a importância da educação profissional oferecida pelo setor privado é frequentemente subestimada, pois focam principalmente no ensino, e não na pesquisa. No entanto, com o tempo, muitas instituições particulares têm inovado e criado uma boa reputação, capaz de competir com o setor público em qualidade e destruir mitos, como:

    Leia mais »

    Compartilhe:
    Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics
Página 1 de 1812345...10...Última »