Destaques
Facebook
Twitter

Sobre : Antonio de Oliveira

Nome Completo: Antônio de Oliveira
Site:
Detalhes:

Artigos do(a) Antonio de Oliveira:

    Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
    Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
    antonioliveira2011@live.com
    ***

    Aniversário se faz todo ano. Todo ano, a mesma coisa. Mas é diferente. Uma coisa é comemorar oito anos; outra coisa, oitenta.

    O dia em que completamos mais um ano é sempre um marco a mais. Demarca-se, todo ano, mais uma meta atingida. Há pessoas que escondem a idade como se fosse vergonha crescer em idade. Envelhecer é sinal de que avançamos na nossa caminhada. Caminhando e cantando e fazendo história. Juntos, percorremos a estrada da vida: uns mais adiante, outros mais atrás e, ainda outros, dando a largada. Todos em romaria. A pé, a cavalo, de carro, de trem, de navio, de avião. Cada pessoa no seu ritmo e circunstâncias, sem saber dia e hora de chegada. Quando o tempo já não será mais tempo.

    Leia mais »

    Compartilhe:
    Avaliar

    Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
    Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
    antonioliveira2011@live.com
    ***

    Isto é, conviver. Constatação de Riobaldo, em Grande Sertão : Veredas: “Viver perto das pessoas é sempre dificultoso, na face dos olhos”. Isso porque, entre outros porquês, vale a afirmação cantada em prosa e verso: “De perto ninguém é normal”.

    Vivemos a “struggle for life”, luta pela vida, na corrida diária pela sobrevivência e na convivência com alguém: no casamento, na família, na escola, no esporte e no lazer, na indústria e no comércio, na bandidagem, no trânsito, na igreja, em meio às travessuras dos políticos. Sempre dependendo de alguém, de alguma maneira. Vivamos ou não em companhia. Dependência de muitos profissionais, ao mesmo tempo: do gari, do padeiro, do professor, do médico, do advogado. Dependência do pai, da mãe, dos irmãos. Gonzaguinha aprendeu que se depende sempre de tanta, muita, diferente gente. Toda pessoa sempre tem as marcas das lições diárias de outras tantas pessoas. Na vida cotidiana, além do trabalho, assunto de conversa e fatos de recordar.

    Leia mais »

    Compartilhe:
    Avaliar

    Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
    Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
    antonioliveira2011@live.com
    ***

    Fernando Pessoa considera o poeta um fingidor. Finge tão completamente que chega a fingir que é dor a dor que deveras sente.

    Para Pablo Neruda, a poesia tem comunicação secreta com o sofrimento do ser humano. Vive pertinho do céu quem vive num barracão de zinco, sem telhado, sem pintura, lá no morro. Mas morar lá! De resto, não apenas o poeta, mas todo artista. Flor do pântano “ressignifica” o pântano, verbo usado na psicologia, e na psicanálise, no sentido de dar novo significado a alguma coisa, de tornar patente alguma coisa latente.

    Leia mais »

    Compartilhe:
    Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics