Destaques
Facebook
Twitter

Arquivo da categoria ‘Comportamento’

Print Friendly

Gabriel Mario Rodrigues2Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***

Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver mundo pela magia da nossa palavra. O professor, assim, não morre jamais… (Rubem Alves)

 O aprendizado desde trinta mil anos atrás, quando o homem precisou transmitir suas vivências para os mais jovens, sempre foi intermediado por uma tela. Escrita na areia da praia, na terra, na argila, na pedra ou na árvore. Até que entre os séculos XVII e XVIII os educadores lassalistas criaram o maior invento tecnológico escolar que persiste até hoje: o quadro negro. Era, ou ainda é, a maneira do professor ir além de sua fala, registrar o que é importante para os alunos copiarem. O ato de ensinar sempre foi baseado na lousa, no livro, na apostila, mais tarde nos slides e power point.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Print Friendly

Janguiê Diniz
Diretor presidente da ABMES
Reitor da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau

Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional
***

Estamos no período das comemorações de uma das profissões mais importantes e gratificantes da sociedade: a de professor. A profissão que ensina e faz surgir novos profissionais capacitados em diversas áreas no mercado de trabalho, como médicos, físicos, farmacêuticos e engenheiros, atualmente enfrenta vários desafios, dentre eles o de preparar os novos professores, a incorporação da tecnologia e as novas linguagens.

Dom Pedro II dizia que se não fosse imperador, seria professor. Já Albert Einstein dizia que o professor tem a tarefa essencial de despertar a alegria do trabalho e do conhecer. A verdade é que a docência é uma das profissões mais complexas de se fazer bem-feito. Traz consigo o desafio de ensinar 40, 60 alunos de uma mesma sala com demandas e históricos diferentes – alunos de variados estilos: desinteressados, desmotivados, despreocupados, irresponsáveis, tímidos, distraídos, impacientes e etc. Mesmo diante de tantas diferenças, cabe ao professor saber instigar a curiosidade de cada um deles e motivá-los.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Print Friendly

Michele RossiMichele Rossi
Jornalista e Redatora
***

Janaúba, Minas Gerais, cidade localizada a quase 560 quilômetros de Belo Horizonte, agora é conhecida como a cidade que chora e lamenta por vidas ceifadas por uma tragédia.

Um desastre causado pelo vigia Damião Soares dos Santos, no último dia 5, no Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente. Ainda com o sol incandescente e tantos conhecimentos ou cantigas de roda a serem cantadas para esses pequenos alunos, Damião não enxergou a dor que causaria a tantas famílias, moradores da região ou até a uma legião de pessoas pelo País e ateou fogo em crianças, colaboradores da creche e em si, deixando tanta gente enlutada e horrorizada com tamanha tragédia.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics
Página 1 de 30112345...102030...Última »