Destaques
Facebook
Twitter

Arquivo da categoria ‘Comportamento’

Print Friendly, PDF & Email
Luciana Palhete
Coordenadora de Comunicação e Marketing do UNISAL – Centro Universitário Salesiano de São Paulo
Brasil Econômico, publicado em 19 de janeiro de 2011
***

Nesses 10 anos trabalhando em departamentos de Comunicação e Marketing de Instituições de Ensino Superior (IES), tornou-se mais do que usual realizar e responder perguntas do tipo “quem é o seu (no caso, o nosso) público-alvo?”. E, felizmente, essa questão vem sendo levantada com cada vez mais frequência por gestores de todas as áreas das IES.

No entanto, atualmente, informações consideradas básicas sobre o aluno, como onde mora, faixa salarial, onde trabalha etc, são fundamentais para que possamos ter acesso a características desse público.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Silvio Tendler*
Professor da PUC – Rio, Cineasta e Historiador.
***

A cultura nacional no mundo globalizado – o papel da arte e da educação no século XXI ou o lugar do saci-pererê e da Índia Potira no mundo de Harry Potter

“Utopia,” “barbárie” e “desenvolvimento sustentável” são expressões pronunciadas nos dias de hoje com reiterada frequência.

Barbárie como sinônimo de fatos vividos. Utopia, não como projeto inatingível, mas como sonho possível, desejo. Desenvolvimento sustentável como construção, possibilidade de conciliar consumo e natureza.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

>


Maurício Garcia

Prof. Dr. Maurício Garcia

Vice-Presidente de Planejamento e Ensino DeVry Brasil
mgarcia@devrybrasil.com.br
***

Parece que foi assim: um monge beneditino do Sec. XI, chamado Guido d’Arezzo, gostava de uma canção em homenagem a São João Batista, chamada “Ut queant laxis”(1). E, de cada verso em latim dessa canção, extraiu as primeiras letras para dar nome as notas musicais do sistema que estava criando. Surgiram então UT, RE, MI, FA, SOL, LA e SI (UT depois virou DO). Essas notas, passou a registrá-las em cinco linhas horizontais, ou pautas, e com isso nascia o moderno sistema de notação musical, as chamadas partituras.

Mas muita gente pode pensar: se os músicos de uma orquestra são tão profissionais, porque eles precisam de partituras para tocar? Porque não tocam de cor?

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics