Destaques
Facebook
Twitter

Arquivo da categoria ‘Avaliação e regulação’

Print Friendly, PDF & Email

Gabriel Mario Rodrigues2Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***

“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos, renovando a vossa mente, a fim de poderdes discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, agradável e perfeito.” (Romanos, 12:2)

Na semana anterior, abordei no artigo “Educação como objetivo de desenvolvimento sustentável” a plataforma “Educar para o novo”. Fico contente quando os leitores interagem, pois assim o material cumpre parte de seu objetivo, que é a reflexão e o debate sobre os temas tratar.

As críticas são sempre válidas e nos permitem outras abordagens dos assuntos discutidos. Recebi e-mail dizendo que eu me encantara com a peça promocional da “SAS Plataforma”, publicada na Folha sobre a Base Nacional Comum Curricular. Para o leitor, na prática não era nada daquilo.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Maria Carmen TavaresMaria Carmen Tavares Christóvão
Mestre em Gestão da Inovação e Gestora Educacional
Consultora em Inovação Educacional da Revista Linha Direta
***

 Inovação é a criação de novas realidades (PLONSKY, G. Ary, 2017). Trazer a existência o que não existe é uma característica do processo de inovação. Preconizando sob essa ótica a transformação digital é uma das maiores tendências de inovação no contexto acadêmico, sua abordagem oportuniza ganhos estratégicos para as instituições de ensino. A utilização de tecnologias digitais aliadas à “inteligência artificial, robotização, internet das coisas, computação em nuvem e dispositivos móveis tem como resultado a geração de Dados e Informações de forma exponencial na variedade, velocidade e volume (Big Data)”. (AGUIAR, Francisco.2018). Para ilustrar adequadamente esse processo de interconexão apresentamos a figura a seguir:

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Sara Rebeca Aguiar
Jornalista e professora, em Fortaleza-CE
Responsável pelo site www.vidaciranda.com.br
***

No dia 31 de janeiro deste ano, o Ministério Público do Ceará (MPCE) veiculou em sua página a notícia sobre a multa aplicada às instituições de ensino Ari de SáChristus e Farias Brito por publicidade enganosa. A artimanha jurídica punida refere-se aos números estampados em outdoors que mostram as referidas escolas nos primeiros lugares nacionais no ENEM de 2014. De acordo com o texto do MP, verificou-se que as escolas valem-se do alto desempenho de um número restrito de estudantes matriculados sob um único CNPJ em publicidades que falam do desempenho da escola inteira, possuidora de vários cadastros no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), responsável pelo ENEM. Isso explica o fato de a mesma escola ficar entre os 10 primeiros colocados no resultado geral nacional e em outras classificações beeeem menos louváveis.

Entendeu a farsa? Enquanto deduzimos ver nos outdoors a divulgação de bons rendimentos de uma escola inteira, o que vemos, na verdade, é o resultado de um número bem reduzido de estudantes, selecionados, entre centenas, pela escola para representar o CNPJ de ouro. Em alguns casos, Brasil a fora, como já denunciou o blog .Edu, do Estadão, algumas dessas turmas de ouro possuem apenas 15 alunos. Várias sedes, vários CNPJs e uma propaganda enganosa ao consumidor. Isso é muito sério.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics
Página 1 de 6912345...102030...Última »