Destaques
Facebook
Twitter

Arquivo da categoria ‘Gestão Educacional’

Print Friendly, PDF & Email
Gabriel Mario Rodrigues2

Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***  

“O Brasil teve evolução impressionante na década de 2000, uma das mudanças mais rápidas no sistema educacional quando se trata de qualidade de aprendizagem (…), mas com o tempo este progresso estagnou, desde 2006/2009, nós vimos pequenas mudanças na qualidade de ensino” (Andreas Schleicher, diretor de Educação da OCDE e responsável pelo Pisa)

Ao analisarmos a fala de Andreas Schleicher, epígrafe deste artigo, vemos que o perigo pode estar exatamente no que temos visto como afoitismo de adoções de novas propostas pedagógicas, incerteza de rumos dos poderes governamentais, implantação de novas tecnologias não sedimentadas, inovações que de novo não têm nada, e por aí vamos.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Carla Floriana Martins
Bibliotecária, MBA em Tecnologia da Informação e Comunicação, MBA em Gestão Educacional
Mestre em Engenharia de Produção na linha de Estudos Sociais do Trabalho, da Tecnologia e da Expertise
***

Como é de amplo conhecimento, nos termos dos Instrumentos de Avaliação de Curso de Graduação, tanto para autorização quanto para reconhecimento e renovação de reconhecimento, ficou estabelecido que para obter conceito 5 no indicador 1.11 da Dimensão 1 – Organização Didático-Pedagógica a IES deverá disponibilizar “repositórios institucionais, acessíveis pela internet”.

Evidentemente, o objetivo da IES em disponibilizar um Repositório Institucional – RI vai muito além de apenas obter conceito 5 neste indicador. Por meio do RI a instituição preservará a sua memória científica e acadêmica, como o registro de todas as informações e conhecimentos produzidos por sua comunidade, possibilitando o acesso, via internet, a todos que tiverem interesse.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Wildenilson Sinhorini*
Consultor associado da Hoper Educação desde 2008, com atuação na área acadêmica
***

“Art. 22. Os cursos de formação de professores, que se encontram em funcionamento, deverão se adaptar a esta Resolução no prazo de 4 (quatro) anos, a contar da data de sua publicação.”

Qual o impacto destas mudanças para sua IES?

A Resolução CNE/CP no 2, de 1º de julho de 2015, aprovada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), definiu as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em Educação Básica, nível superior, nos cursos de licenciaturas, formação pedagógica para graduados e segunda licenciatura, além de formação continuada na área.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics