Destaques
Facebook
Twitter
Print Friendly, PDF & Email

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Na oração católica Salve Rainha consta uma dura situação: “gemendo e chorando neste vale de lágrimas”. Pessimista ou não a metáfora, ao considerar o mundo como local tormentoso, cabe o símile “VALE” de lágrimas em decorrência do rompimento de barragens.

O protagonista da obra A Divina Comédia é o próprio autor, poeta Dante Alighieri. Esse poema épico, escrito no inicio do século XIV, é dividido em três partes: Inferno, Purgatório e Paraíso. Cada parte consta de 33 cantos. Dante percorre o inferno na companhia do poeta romano Virgílio, que viveu a.C.

Espetáculo dantesco é uma expressão que se refere às cenas de terror descritas por Dante no “Inferno”. Se nos ativermos ao rompimento da barragem Mina do Feijão, em Brumadinho/MG, em 25 de janeiro de 2019, certamente não teremos dúvida em considerar aquele mar de lama avassalador como um espetáculo dantesco. Horroroso, pavoroso, tétrico, horripilante, terrível, espantoso, medonho, infernal. Reprise, edição ampliada da tragédia que varrera do mapa, do município de Mariana, o subdistrito Bento Rodrigues.

Cenário de “Dies Irae”, dia da ira, dia de fúria, primeiras palavras de um hino atribuído a Tomás de Celano, italiano, membro da Ordem dos Frades Menores (OFM), século XIII. Vale do Rio Doce se tornou Vale do Rio Amargo, desde 2015, no município de Mariana. No início de 2019, em Brumadinho, lama a soterrar casas, vegetação, animais e gente, muita gente, rumo ao Paraopeba, Rio de águas rasas.

Na visão profética de Carlos Drummond de Andrade, há décadas. “O Rio? É doce. / A Vale? Amarga. // … Quantas toneladas / exportamos / De ferro? Quantas lágrimas / disfarçamos / Sem berro?” Quantos ais! Bento Rodrigues e Brumadinho: mais dois quadros, na parede, na galeria das vítimas de imprevidência. Até quando? Perguntaria Cícero. Saldo: dezenas de mortos, grande número de desaparecidos, terra degradada, rimando com “degredados filhos de Eva”.

Compartilhe:
Avaliar

Deixe uma resposta

Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics