Destaques
Facebook
Twitter
Print Friendly, PDF & Email

Valmor BolanValmor Bolan
Doutor em Sociologia e especialista em Gestão Universitária

Representa o Ensino Superior Particular na Comissão Nacional de Acompanhamento e Controle Social do Programa Universidade para Todos do MEC
***

Há uma grande expectativa em relação ‘a apresentação do projeto de reforma da Previdência do Governo Bolsonaro. Há algumas propostas que foram apresentadas para estudos da equipe econômica, comandada pelo Ministro Paulo Guedes. Muitos defendem a ideia de que o governo deveria aproveitar o que já foi avançado na reforma da Previdência do Governo Temer para não ter que zerar tudo e começar de novo a tramitação no Congresso Nacional.

Entretanto, a reforma do Governo Temer não previa, por exemplo, o regime de capitalização, defendido por Paulo Guedes. Começar do zero, com o novo Congresso, seria retomar todo o debate, o que levaria mais tempo para a votação. No caso do Governo Temer, o escândalo da JBS, em maio de 2017, foi o fato político bombástico que inviabilizou que progredisse a tramitação da sua reforma da Previdência. Todos sabem da importância da reforma, mas a pergunta que se faz é: qual reforma?  Como ficarão os direitos sociais adquiridos e contemplados na Constituição de 1988? Há muitas interrogações. Espera-se que seja possível chegar a algum consenso.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Acedriana Vicente Sandi
Diretora pedagógica da Editora Positivo
***

A arte da possibilidade é, sem dúvida, um elemento constituinte do perfil de quem pretende exercer a docência no cotidiano escolar. Isso nada mais é do que assumir a responsabilidade pela construção de soluções para os vazios que a ciência, profundamente marcada pela razão, não é capaz de dar conta, no que tange ao refinamento qualitativo da natureza humana, matéria-prima do trabalho escolar. Cada proposta a ser construída somente figurará como solução se o seu cerne representar a captura fiel das relações humanas, investigada a partir do tempo e do espaço nos quais elas acontecem.

Outro viés para abordar a arte da possibilidade é por meio da superação de “situações-limite”, uma categoria freireana, denominada de “inédito viável”. Trata-se de uma solução latente na “futuridade histórica”, ainda inédita de ação. Para tanto, se considera o real e o virtual como algo que não se opõem, apenas estão representados de forma diferente na conjuntura atual – um capturado e o outro disperso. Partindo desse princípio, uma árvore está contida, virtualmente, numa semente. Logo, a semente é virtualmente uma árvore e, na medida em que se torna uma árvore, ela se atualiza.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Fabio Carneiro
Professor de Física no Curso Positivo, em Curitiba/PR
***

Visualizemos o seguinte cenário: pais entram no processo inevitável de escolha da melhor escola para o seu filho. Iniciam-se os processos de visitas. Consequentemente, a fatídica discussão que certamente já ocorreu em todas as famílias e faz dela um processo cansativo, pois analisam-se fatores como: local, preço, instalações, sala de aula, metodologia, além da opinião de amigos… o resultado dessa decisão dificilmente nos deixa totalmente seguros, o que faz com que fiquemos atentos a cada passo dos filhos dentro da escola.

A grande verdade é que a educação das crianças é compartilhada entre pais e escola. Talvez os pais não tenham percebido esse fato, pois grande parte deles não hesita quando percebem o menor desconforto ou insatisfação do filho nesse ambiente e, assim, comparecem à escola para uma reunião. Acredite: isso retira uma quantidade enorme de energia da instituição. Mesmo que algumas vezes seja necessário, saber dosar é uma equação complicada, pois quando se trata de filhos, a emoção envolvida distorce o sentido da necessidade. Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics