Destaques
Facebook
Twitter
Print Friendly, PDF & Email
Rubem Alves
Escritor e colunista
Folha de S. Paulo, publicado em 05 de maio de 2002
***

“Mesmo o mais corajoso entre nós só raramente tem coragem para aquilo que ele realmente conhece”, observou Nietzsche.

É o meu caso. Muitos pensamentos meus, eu guardei em segredo. Por medo. Alberto Camus, leitor de Nietzsche, acrescentou um detalhe acerca da hora em que a coragem chega: “Só tardiamente ganhamos a coragem de assumir aquilo que sabemos”.
Tardiamente. Na velhice. Como estou velho, ganhei coragem.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email
Rachel de Queiroz
17 /11/1910 – 04/11/2003
Foi tradutora, romancista, jornalista,  dramaturga e considerada uma das maiores escritoras brasileiras. Primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras.
***

O texto foi publicado por Rachel de Queiroz publicada na revista “O Cruzeiro” em 11 de janeiro de 1947. Mais de 60 anos após sua publicação, a reflexão ainda é válida nesses tempos de segundo turno das eleições.

Não sei se vocês têm meditado como devem no funcionamento do complexo maquinismo político que se chama governo democrático, ou governo do povo. Em política a gente se desabitua de tomar as palavras no seu sentido imediato. No entanto, talvez não exista, mais do que esta, expressão nenhuma nas línguas vivas que deva ser tomada no seu sentido mais literal: governo do povo. Porque, numa democracia, o ato de votar representa o ato de FAZER O GOVERNO.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email
Prof. Charles Bonetti
Assessor da Pró-Reitoria acadêmica da Universidade Anhembi-Morumbi
http://charlesbonetti.blogspot.com/
***

InterUnesp, Araraquara, 10 a 13 de outubro de 2010. Um rapaz aproxima-se de uma garota obesa e, através de uma conversa aparente como uma paquera prende a aluna para, juntamente com cerca de mais 50 alunos, participarem de um “Rodeio das Gordas” no qual o objetivo consistia em montar a aluna como um boi. O objetivo da atividade era permanecer o maior tempo possível sobre a aluna para ganhar um abadá e uma caneca. Aos gritos de “Pula, Gorda bandida!” a turba divertia-se, apesar dos protestos de um grupo contra o bullyng e das próprias vítimas. Até uma página do Orkut foi criada para documentar o evento.

Tal fato nos recorda o ocorrido com a aluna Geisy que, como todos sabem, ao ir à Universidade como um vestido curto, escutou frases como “Vamos estuprar!” entre outras agressões.
Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics