Destaques
Facebook
Twitter

Posts Tagged ‘OCDE’

Cláudio Anjos
Diretor-executivo da Fundação Iochpe e do Instituto Arte na Escola
Valor Econômico, publicado em 11 de setembro de 2018
***

Qual o papel das artes para o desenvolvimento econômico e social de um país? Ou melhor, como políticas educacionais que priorizam o ensino de artes podem contribuir para esse processo?

Atualmente essas perguntas têm ocupado as cabeças de muitas lideranças governamentais e empresariais, pesquisadores e especialistas em educação no mundo todo. Evidências não param de ser produzidas e indicam algumas respostas: a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), por exemplo, recomenda que as artes na educação sejam, “sem dúvida”, uma dimensão estratégica da política de inovação de uma nação. O grupo que congrega os países mais ricos do mundo advoga que à medida em que habilidades se tornam uma espécie de moeda forte global hoje e num futuro que já bate às nossas portas, escolas devem trabalhar com práticas baseadas em conhecimento diversificado e preparar estudantes para desenvolver habilidades exigidas por uma economia moderna e globalizada e pelo desafio de melhorar as relações sociais.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar

Lioudmila Batourina
Consultora de parceria internacional da ABMES
lioudmila@abmes.org.br

***

Os países que hoje são líderes mundiais em educação superior já sabem que não são apenas as tendências locais que afetam a forma como operam suas instituições. Existem também inúmeros fatores externos que interferem diretamente no setor. Os especialistas listam algumas dessas “tendências globais” que devemos nos atentar. Confira quais são elas:

1 – Mudanças no mercado de trabalho e aumento da automação

Ao acabar com alguns empregos, a tecnologia exige que estudemos a vida inteira para competirmos com as máquinas. A informatização dos serviços gera mudanças drásticas e inevitáveis no mercado de trabalho e nas políticas educacionais. Isso exige mais preparação para trabalhar com máquinas e novas tecnologias. A verdade principal é que os trabalhos de baixa qualificação serão automatizados em breve.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar

Gabriel Mario Rodrigues2Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***

Na igreja católica, a imagem de Santo Expedito traz “hodie”, hoje, gravado na cruz que carrega na mão. Pisando, uma faixa escrito “cras”, amanhã. É a representação do santo das causas urgentes. Que não podem ser deixadas para depois.

Um médico trabalhando num hospital na primeira década do século passado certamente teria dificuldades imensas de se adaptar às modernas instalações operatórias atuais. Identicamente, os profissionais que atuassem em qualquer área empresarial, industrial, ou bancária, da mesma época, certamente se sentiriam paralisados ao se defrontarem com os atuais ambientes de trabalho. Quem não se surpreenderia seriam os professores e alunos, pois pouca coisa teria mudado se comparado ao passado.

Leia mais »

Compartilhe:
Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics
Página 1 de 41234