Print Friendly, PDF & Email
Gabriel Mario Rodrigues2

Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***  

No implacável calendário do tempo, nossa entidade está comemorando as Bodas de Aventurina[1], que é uma pedra preciosa de beleza singular e também rara. Assim, a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) soma 37 preciosos anos de participação no cenário da educação nacional.

Sou   grande suspeito para escrever sobre as realizações da associação, porém integrar o quadro associativo da ABMES tem para mim alto significado por ter vivenciado todas as suas conquistas. Sucesso decorrente de esforços e abnegação de seus presidentes, sempre bem lembrados: Candido Mendes; Edson Franco; eu, Gabriel M. Rodrigues; José Janguiê Bezerra Diniz e agora o recém-eleito Celso Niskier. Além do dedicado trabalho de todas as diretorias e equipes administrativas, que, ao longo desses anos, se desdobraram para que nossas ações, sobretudo no tocante à regulação do setor e na defesa dos direitos da livre iniciativa, fossem sempre respeitadas e reconhecidas.

No dia a dia administrativo, a cada ano nos superamos com novos recordes de atendimento aos associados, com a oferta de eventos e intercâmbios nacionais e internacionais, premiações, concursos, cursos e seminários de grande audiência e com alta aprovação participativa.

Apenas para efeito comparativo, em 1980 haviam 890.000 alunos no sistema universitário particular e em 2017 eram 6.240.000. Em oitenta existiam 682 instituições particulares e hoje são 2.182. Essa evolução foi sendo acompanhada pela ABMES, que ao longo desse período adquiriu sua sede própria e expandiu no mundo real e também no virtual. O portal da ABMES tem 35 mil usuários por mês e neste blog, lançado em 2009, já foram publicados mais de 2.700 artigos. Apenas para se ter ideia do porte que hoje a ABMES tem, vejam alguns outros números no anexo[i].

Nestes 37 anos nos relacionamos com 35 ministros da Educação e centenas de secretários e diretores da pasta. Com a habilidade indispensável, a diretoria da ABMES tem logrado sucesso na aproximação junto ao Congresso Nacional e com o CNE, INEP e FNDE, além de todos os demais órgãos que gravitam no setor, com a troca de substancioso e inestimável diálogo. Angariamos respeito, atributo que sempre perseguimos como escopo principal, pela seriedade dos trabalhos conduzidos e implementados junto à comunidade educacional, como demonstração de zelo institucional.

O mundo está mudando e estamos na quarta revolução industrial, onde a inteligência artificial, a automação, a computação a captação de dados e os robôs estão transformando as empresas. E, nessa realidade, o setor educacional para se modernizar e ser atrativo, precisará se apoiar destas realizações humanas.

Cada vez mais temos avançado com o desenvolvimento das tecnologias e suas relações com o trabalho, mas isso traz também um desafio imenso no contexto da formação de recursos humanos para atender as novas demandas profissionais. Para as instituições educacionais, agora mais do que nunca, existem grandes questões pela frente. Como preparar nossos estudantes para viverem num mundo repleto de transformações e de incertezas radicais? O que devemos ensinar para sobreviverem num ambiente caótico como o nosso? Que tipo de habilidades eles vão precisar ter para conseguir trabalho e para empreender? E, principalmente, como vão entender o que está à sua volta, desde seu vizinho, seu país e até o mundo globalizado onde vivemos?

Diante deste cenário, pergunto: como a ABMES poderá colaborar para que seus associados possam se preparar para atuar dentro destas novas realidades?

A “aventurina” é a pedra dos bons fluidos, da energia positiva e da prosperidade. E até neste ponto a ABMES é premiada pelos bons santos dos céus, porque o nosso presidente Celso Niskier entende dos novos cenários tecnológicos e é doutor em Inteligência Artificial.

Em uma de suas publicações neste blog (Por uma ABMES mais inclusiva, propositiva e inovadora) fica atestado que estamos com gente que é da área e no caminho certo. Eis sua declaração:

Em tempos de tecnologia e educação destrutivas, voltaremos nossa atenção também para o que está sendo desenhado em termos de novas formas de ensinar, de comunicar, mas, sobretudo, de ouvir e nos fazermos ouvidos. Trabalharemos para fortalecer a interação da ABMES com as novas tecnologias e os novos espaços de diálogo. Vamos buscar linguagens e formatos atraentes, dinâmicos e modernos capazes de despertar o interesse do setor para aspectos relevantes que povoam nosso cotidiano. Vamos preparar a Associação para uma nova era, a Era Digital. Para isso, vamos em busca da ABMES 4.0, ou seja, uma entidade ainda mais conectada e preparada para seus próximos 40 anos.”

Não posso encerrar sem antes lembrar dos companheiros que se foram. E para enaltece-los e representá-los, citaria Eletro Bonini, Vitorio Lanza e Vera Gissoni, pelo muito que colaboraram nesta jornada, especialmente na condução do sonho que resultou fundação da ABMES em 1982.

A vida continua e, com o apoio de todos os associados, os desafios do progresso serão mais uma etapa, que como sempre, pelo nosso esforço e trabalho superaremos. Feliz Aventurina para todos nós!

 

____________________________________

[1] Aventurina: Purificação, Cura e Rejuvenescimento. A Aventurina é uma superpedra de saúde, vitalidade e purificação de ambientes. Suas energias protegem contra a devastação energética, transformam energias negativas em positivas e atraem prosperidade. Ela dissipa pensamentos negativos e eleva nosso estado de espírito.

 

[i] Antes de relacionar os números há uma notícia auspiciosa para os associados: a ABMES adquiriu mais duas salas para compor a sua sede. Uma para Criatividade e Inovação, para acompanhar a transformação digital, e outra para estúdio de Gravação para a ABMES TV. Novidades virão em breve!

PORTAL ABMES EM NÚMEROS:
(média de valores – ano base 2018)

– 35 mil usuários/mês (portal + blog + TV)
– 190 mil pageviews/mês (portal + blog + TV)
– 2min 10s duração média da sessão/mês (portal + blog + TV)
– 1.500 pessoas ao vivo/mês (ABMES TV)
– 8.600 acessos via mobile por mês

REDE ABMES EM NÚMEROS:
(números atualizados em 08/2019)

 Instagram
– 1.629 seguidores

 Facebook
– 7.545 curtidas
– 29.743 pessoas alcançadas/mês
– 5.530 envolvimentos/mês
– 1.155 visualizações de vídeos/mês

 Linkedin
– 2.256 seguidores
– 10.448 impressões/mês

 Twitter
– 1.601 seguidores
– 10,8 mil impressões/mês

 E-mail marketing (médias mensais)
– Mais de 22.600 contatos
– 20 clippings
– 4 boletins
– 40 informativos

PROJETOS ABMES EM NÚMEROS
(Média de valores para o período de 01/01 a 31/12/2018)

PRÊMIO ABMES DE JORNALISMO
 – 2.562 usuários/edição
 – 11.763 pageviews/edição (site)

CAMPANHA DA RESPONSABILIDADE SOCIAL DO ENSINO SUPERIOR PARTICULAR
– 14 edições da Campanha foram realizadas
– 6,2 mil usuários/mês
– 33 mil pageviews/mês
– Média de 800 instituições por edição
– Ao todo quase 16 milhões de atendimentos à comunidade
– Cerca de 100 mil atividades promovidas

 ABMES BLOG
 São mais de 2.700 artigos publicados desde 2009

 ABMES ASSOCIADOS
 Mais de 1000 mantenedoras e mantidas.

Avaliar

Deixe uma resposta

Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics