Sobre : Gabriel Mario Rodrigues

Nome Completo: Gabriel Mario
Site:
Detalhes: Presidente do Conselho de Administração da ABMES

Artigos do(a) Gabriel Mario Rodrigues:

    Gabriel Mario Rodrigues2

    Gabriel Mario Rodrigues
    Presidente do Conselho de Administração da ABMES
    ***  

    No implacável calendário do tempo, nossa entidade está comemorando as Bodas de Aventurina[1], que é uma pedra preciosa de beleza singular e também rara. Assim, a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES) soma 37 preciosos anos de participação no cenário da educação nacional.

    Sou   grande suspeito para escrever sobre as realizações da associação, porém integrar o quadro associativo da ABMES tem para mim alto significado por ter vivenciado todas as suas conquistas. Sucesso decorrente de esforços e abnegação de seus presidentes, sempre bem lembrados: Candido Mendes; Edson Franco; eu, Gabriel M. Rodrigues; José Janguiê Bezerra Diniz e agora o recém-eleito Celso Niskier. Além do dedicado trabalho de todas as diretorias e equipes administrativas, que, ao longo desses anos, se desdobraram para que nossas ações, sobretudo no tocante à regulação do setor e na defesa dos direitos da livre iniciativa, fossem sempre respeitadas e reconhecidas.

    Leia mais »

    Avaliar
    Gabriel Mario Rodrigues2

    Gabriel Mario Rodrigues
    Presidente do Conselho de Administração da ABMES
    ***

    “Clássico é um livro que nunca terminou de dizer aquilo que tinha para dizer.” (Italo Calvino)

    Lúcido, apesar de seus 98 anos completados em 8 de julho, o visionário Edgar Morin não se cansa de debater a relação entre a razão e a emoção no pensamento complexo. Ele, que é um dos maiores sociólogos vivos, esteve no Brasil em junho deste ano para o 3º Congresso Socioemocional Liv, espaço para formação e aprimoramento de boas práticas em educação socioemocional.

    Em 1999, a Unesco solicitou que o filósofo francês sistematizasse um conjunto de reflexões para repensar a educação para este século. O resultado foi o livro clássico, no sentido da epígrafe apresentada neste artigo, “Os sete saberes necessários à educação do futuro”[1]. Segundo Morin, esses pontos deveriam ser tratados em “toda sociedade e em toda cultura, sem exclusividade nem rejeição, segundo modelos e regras próprias a cada sociedade e a cada cultura”. Seria uma forma de, preservando nossa humanidade, nos posicionarmos frente aos avanços inexoráveis das tecnologias digitais, da realidade virtual e da inteligência artificial. Essas reflexões, por sua atemporalidade, continuam, quase vinte anos depois, ditando a tônica para uma sociedade e educação 5.0.

    Leia mais »

    Avaliar
    Gabriel Mario Rodrigues2

    Gabriel Mario Rodrigues
    Presidente do Conselho de Administração da ABMES
    ***

    “Estamos a bordo de uma revolução tecnológica que transformará fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. Em sua escala, alcance e complexidade, a transformação será diferente de qualquer coisa que o ser humano tenha experimentado antes.” (Klaus Schwab[1])

    Alguns amigos dizem que exagero quando expresso as transformações educacionais que o momento exige das instituições de educação para oferecerem aprendizado compatível com a nova realidade do mundo do trabalho. O que penso realmente é como o ensino pode ser enormemente aprimorado com as novas tecnologias. Porque as evidências mostram como, a cada momento, há avanços na prestação de serviços em todas as áreas. Até no inimaginável aplicativo apresentado pelo Estadão para os pais agirem quando os bebês fizerem suas necessidades fisiológicas (saiba mais).

    Leia mais »

    Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics