*Profa. Dra. Sezimária de Fátima Pereira Saramago
Diretora de Avaliação Institucional da Universidade Federal de Uberlândia, no período de 2010 a maio de 2013
***

Para a Universidade Federal de Uberlândia, a avaliação e o acompanhamento do desenvolvimento institucional são entendidos, além de qualquer exigência legal, como um fator fundamental para a garantia da qualidade de sua atuação, de seu crescimento e de sua sobrevivência futura.

Para a instituição, a partir de uma cultura de avaliação contínua, rigorosa e sistemática, que leve em consideração as expectativas da sociedade e as relações que se estabelecem entre esta e a missão da Instituição, é possível conhecer os avanços conquistados e estabelecer os patamares que se pretende atingir a curto, médio e longo prazo.

Desta forma, uma grande preocupação institucional sempre foi sedimentar um processo contínuo de autoavaliação e promover ações de sensibilização para a efetiva participação de toda a comunidade no mesmo.

Durante a execução dos trabalhos, evidenciou-se a necessidade de aperfeiçoar a divulgação das informações advindas da autoavaliação para que pudessem subsidiar o planejamento das ações da instituição e a integração da universidade com a sociedade. Além disso, tornou-se urgente divulgar o acompanhamento das ações oriundas deste processo e apresentar propostas em função das fragilidades identificadas.

Os instrumentos aplicados na coleta de dados para a Autoavaliação Institucional são constituídos por questões de múltipla escolha e, ao final, existe um espaço para comentários e sugestões, onde são inseridas as observações e críticas da comunidade.

Para cumprir os objetivos estabelecidos no projeto de autoavaliação institucional, surgiu a necessidade de valorizar a participação da comunidade universitária por meio da inserção de seus comentários.

Como todo o processo da coleta de dados da avaliação institucional é anônimo, sem qualquer identificação, não seria possível enviar respostas diretamente para cada um dos participantes. Após um espaço de discussão, a Comissão Própria de Avaliação –CPA, decidiu pela elaboração de um relatório onde fossem respondidos os questionamentos, críticas e sugestões apresentados na coleta de dados. Este documento foi denominado Caderno de Respostas.

Para a elaboração deste documento, as seguintes etapas foram consideradas:

– Leitura e analise de todos os comentários recebidos. Ao longo das últimas aplicações da consulta mais de 23% dos participantes encaminharam seus comentários e sugestões.

– Separação e agrupamento dos comentários de acordo com os temas abordados. Os assuntos mais comuns tratados pelos discentes estão relacionados com procedimentos didáticos dos docentes e questões sobre assistência estudantil. Para os docentes, as maiores preocupações envolvem infraestrutura da universidade, enquanto que os técnico-administrativos questionam principalmente procedimentos e políticas de recursos humanos.

– Encaminhamento dos arquivos com os comentários e sugestões recebidos aos setores responsáveis, solicitando que sejam analisados. É estabelecido um prazo para que as respostas aos questionamentos sejam enviadas para a CPA. Assim, por meio deste diagnóstico, os administradores podem orientar e regular suas ações, visando à resolução dos pontos críticos.

– A partir das manifestações dos órgãos acadêmicos e administrativos, elabora-se o Caderno de Respostas. O sumário deste documento deve ser bem detalhado para permitir que o usuário busque rapidamente as respostas aos seus questionamentos.

– Publicação do Caderno de Respostas na forma on-line na página da CPA.

– Ampla divulgação do Relatório de Autoavaliação e do Caderno de Respostas, por meio da página da UFU, outdoors, correspondência eletrônica, faixas, cartazes, entrevistas na mídia escrita e falada.

Divulgação dos resultados da autoavaliação institucional UFU – 2012

Este instrumento visa permitir que os participantes do processo de avaliação institucional possam conhecer como seus comentários foram respondidos por cada setor e quais ações pretende-se executar a partir das sugestões recebidas.  O objetivo é que a comunidade universitária tenha uma realimentação do processo de autoavaliação.

Na Universidade Federal de Uberlândia este documento tem sido elaborado desde 2010 e pode ser consultado no link www.cpa.ufu.br. Nas visitas às salas de aulas e a todas as unidades acadêmicas da universidade percebeu-se, de forma evidente, que o Caderno de Respostas dá confiabilidade ao processo, estimulando a participação da comunidade na autoavaliação institucional.

 

*Profa. Dra. Sezimária de Fátima Pereira Saramago – Diretora de Avaliação Institucional da Universidade Federal de Uberlândia, no período de 2010 a maio de 2013, e ministrará a palestra sobre o case de sua instituição: “Caderno de Respostas – uma estratégia para incentivar a participação na autoavaliação institucional” no II Encontro Nacional de CPAs. O evento acontecerá nos dias 19 e 20 de setembro de 2013, das 09h00 às 17h30, no Hotel Park Inn, em São Paulo, capital. Para mais informações e inscrições acesse: www.humus.com.br/eventos/cpa/

 

Avaliar

Deixe uma resposta

Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics