Destaques
Patrocínio
Quero Summit
Facebook
Comentários

Arquivo da categoria ‘Datas comemorativas’

Print Friendly, PDF & Email

Gabriel Mario Rodrigues2Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***

“O professor medíocre conta. O bom professor explica. O Professor superior demonstra. O Grande professor inspira. ” (William Arthur Ward, Educador e escritor norte-americano)

Estive pensando durante alguns dias sobre o que escrever para comemorar o Dia do Professor e, claro, também, tentando sair do lugar comum dessas ocasiões.

Valendo-me de um folder que o Semesp entregou por ocasião do 20º Fórum, ocorrido em São Paulo nos dias 26 e 27/9, os números encontrados pelo Inep dando um panorama da educação em 2017 são superlativos, indicando que no ensino superior existem 182.096 docentes nas particulares e 168.974 nas públicas. Ou seja, totalizam 340.027 profissionais em todas as 2.448 instituições de ensino superior do país, operando em 2.152 particulares e 296 públicas, distribuídas por 93 universidades, 181 centros universitários e 1.878 faculdades. São números extraordinários acumulando milhões de horas-aulas por ano, movimentando uma máquina financeira de bilhões de reais de insumos diretos e indiretos. É muito professor suando a camisa na educação superior.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Se todas fossem iguais a você o mundo saberia o que é doação, energia. Uma mulher a cantar, desde os tempos de professora de Educação Musical; a sorrir, sorriso largo; a tocar, virtuose; a amar, adivinhando o sonho de consumo dos outros, já no momento; a dirigir o pretinho básico 2.0; a cozinhar comida gostosa e saudável todo dia; a lavar roupa; a fazer feira e supermercado; a demonstrar força; a transmitir bons fluidos; a cuidar do marido e da casa, dos filhos, hoje casados; a fazer amigos e a liderar. Gostas de festa, de dançar, de viajar, de uma bebida. Preocupas-te com a situação do Brasil, mas teimas em querer a esperança de óculos, esperança ainda de que tudo vai dar certo, como na “Casa no Campo” na voz de Elis Regina. Nem que seja um “Som Imaginário” da fé na dignidade humana.

Endossando a fala de outrem para Iza, que eu escrevo Isa, teu olhar de menina feita mulher abraça a coragem de viver. “Gasolina” de avião, geras intensidade e lutas à porfia. Exemplo de resistência. Uma alma que transparece. Translúcida. Não se esconde. Uma autenticidade que assume os cabelos brancos. Um misto de mulher de verdade e mulher forte, do Livro dos Provérbios, de recato e tradições, mas mulher moderna. Administras a lida da casa. Pouco resta ao marido para resolver e desincumbir-se, sobrando-lhe tempo para atividades intelectuais, sempre com um livro na mão e outro à mão, inclusive dando uma de cronista, como agora.

Leia mais »

Print Friendly, PDF & Email

Valmor BolanValmor Bolan
Doutor em Sociologia e especialista em Gestão Universitária
Representa o Ensino Superior Particular na Comissão Nacional de Acompanhamento e Controle Social do Programa Universidade para Todos do MEC
***

O dia das mães, no segundo domingo de maio, é certamente um momento de confraternização em família, em que temos a oportunidade de valorizar as mães, pelo muito que fazem, principalmente em uma época como a nossa de grave crise moral, em que não se prestigiam tanto certos valores. Mas o calendário ainda preserva duas datas importantes: o dia das mães (em maio) e o dia dos pais (em agosto).

Desde a Antiguidade havia o costume de celebrar a maternidade, com um dia especial, dedicado a dar presentes às mães, seja na Grécia como na Roma antiga. Também no Cristianismo sempre se venerou Nossa Senhora, mãe de Jesus. No século 20, a ideia de homenagear as mães veio dos Estados Unidos, em 1904, quando Anna Jarvis resolveu prestar homenagem à sua mãe, que havia se destacado na Guerra Civil Americana com serviços comunitários. A sua campanha foi bem sucedida, conseguindo fazer com que a data fosse oficializada pelo Congresso Americano e aprovada pelo presidente Woodrow Wilson, para homenagear todas as mães, em 1914. A partir de então, outros países seguiram o exemplo, como o Brasil, que por decreto de Getúlio Vargas, em 1932, passou também a comemorar no segundo domingo do mês de maio.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics