Arquivo da categoria ‘Economia’

Print Friendly, PDF & Email

Janguiê Diniz
Vice-presidente da ABMES
Mestre e Doutor em Direito

Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional
***
O Brasil tem índices muito baixos de pessoas com Ensino Superior completo. O dado, bastante preocupante, faz parte do relatório “Education at a glance”, divulgado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que inclui 45 países. O estudo deixa claros os desafios do sistema de ensino brasileiro, em um cenário que, por ora, não parece muito favorável.

O relatório da OCDE aponta, entre outros dados, que apenas 21% dos brasileiros entre 25 e 34 anos de idade possuem um diploma de formação superior. A taxa é bem inferior à média dos países pesquisados pela Organização, que é de 44%. Para se ter ideia, o Brasil só fica à frente de China, Indonésia, Índia e África do Sul. Esse, talvez, seja um dos maiores desafios para o Brasil: realizar a verdadeira inclusão educacional que o país precisa. Muitas universidades públicas foram abertas no nosso território, o número de instituições privadas aumentou substancialmente, mas ainda é pequeno o total de pessoas que conseguem concluir os cursos.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Ronaldo Mota
Diretor Científico da Digital Pages e membro da Academia Brasileira de Educação
***

Vivemos atualmente no Brasil o risco efetivo de uma fuga em massa de cérebros, o que significaria cristalizar de vez nossa dificuldade extrema de competirmos, em termos de produtos e serviços, em escala global. Sem ciência, sem inovação e sem capacidade tecnológica instalada, estaríamos decretando nosso destino de sermos um país, na melhor das hipóteses, exportador de materiais primas e de alimentos sem valor agregado. Assim, em um mundo impregnado pelos avanços das tecnologias digitais e suas consequências na vida cotidiana, ocuparíamos, enquanto nação, o espaço de meros passivos e acríticos consumidores.  

Este êxodo em curso acelerado é fruto da queda nos investimentos em pesquisa, tanto pura como aplicada, e em inovação, seja ela tecnológica ou não. Na verdade, os dados apontam que as verbas destinadas às agências de fomento à pesquisa e à inovação têm caído nos últimos anos, mas,neste ano, a situação se agravou mais ainda. Em 2019, configura-se um contingenciamento de 30% no Ministério da Educação (MEC) e de 42% na pasta de Ciência e Tecnologia (MCTIC).

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Sólon Hormidas Caldas
Diretor Executivo da ABMES – Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior
***
Recentemente, o pré-candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, senador Bernie Sanders, propôs o perdão da dívida com financiamento estudantil no país. O montante, que lá chega a US$ 1,5 trilhão, seria coberto com a criação de um imposto sobre ganhos com ações, títulos e derivativos. Além de representar um fardo para os jovens, a proposta conta com o apoio de economistas estadunidenses, para quem a dívida prejudica o consumo e a economia do país.

Enquanto na maior economia do planeta há quem pense, e proponha, uma alternativa com viés social e econômico, por aqui a dívida com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) parece ter se tornado o inimigo público número um. No Brasil da crise e do desemprego, é possível obter descontos significativos e até mesmo a anistia de algumas dívidas, desde que quem a tenha contraído não seja um estudante de baixa renda lançando mão da única alternativa que dispõe para acessar a educação superior. Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics