Destaques
Facebook

Arquivo da categoria ‘Economia’

Celso Niskier
Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca
Correio Braziliense, 19/11/2020
***

A retomada dos diversos setores e a volta gradual e segura das atividades presenciais nas instituições de ensino desenham um novo normal para a vida dos brasileiros. Um esforço em conjuntos se faz necessário para que as adaptações sejam feitas e o futuro continue sendo construído a partir de agora. Sem dúvida, a educação faz parte dessa construção.

Leia mais »

Avaliar

Janguiê Diniz
Vice-presidente da ABMES
Fundador e Acionista Majoritário do grupo Ser Educacional
Presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo
***

Os unicórnios são seres míticos, retratados normalmente como a figura de um belo cavalo branco com um único chifre na testa. Ele é associado a pureza e força. No mundo dos empreendimentos, o termo unicórnio é usado para designar as startups que alcançam a marca de US 1 bilhão em valor de mercado. A relação se dá pela raridade do animal e da marca a ser batida. Sonho de muitos, realidade para poucos, as startups unicórnios conseguem chegar a esse patamar alicerçadas sobre dois pontos primordiais: disrupção e gestão.

As startups, empresas de base tecnológica, atuam normalmente com inovação. Toda startup deve pensar sempre em como a tecnologia pode resolver problemas de determinada parcela da sociedade. Para ser alçada a um posto de destaque, no entanto, é necessário ir além da inovação cotidiana: é preciso partir para a disrupção. Ser disruptivo é criar formas totalmente novas de atender a uma necessidade. Um nível acima da inovação.

Leia mais »

Avaliar

Marco Pitta
Profissional de contabilidade
Coordenador e professor dos programas de MBAs em Contabilidade e Finanças da Universidade Positivo
***

A Reforma tributária chegou para valer. O poder executivo finalmente demonstrou suas verdadeiras intenções. Estão previstas quatro fases: o IVA Federal (CBS), o imposto seletivo (substituição do IPI), mudanças no Imposto de Renda e, por último, possíveis alterações em tributos sobre folha e o fantasma da CPMF. O projeto de lei 3.887/20 trouxe detalhes sobre a primeira fase, na qual cria a CBS (Contribuição de Bens e Serviços). A entrega do projeto para o poder legislativo concorrerá com outras duas propostas de reforma tributária: a PEC 110/19 e a PEC 45/19. A briga deve ser grande por conta do protagonismo da reforma.

A CBS é uma minirreforma das atuais contribuições denominadas PIS e COFINS. Existem muitos pontos positivos nesta primeira fase da reforma, como a redução de tributos (de dois para um), simplificação nas apurações (apenas um modelo de apuração) e menor subjetividade (toma-se crédito de todos os gastos com compras de pessoas jurídicas). Por outro lado, existem pontos negativos para alguns setores. Empresas do setor de serviços, que não estão no regime do simples nacional, terão dificuldades. Isso porque, no regime não cumulativo, que será o único existente se o projeto de lei passar, admite-se créditos somente nas compras de pessoas jurídicas.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior

Quer contribuir para o blog da ABMES?

Envie seu artigo para o e-mail comunicacao@abmes.org.br com nome completo, cargo e foto e aguarde nosso contato!

Categorias
Autores
Arquivos