Arquivo da categoria ‘Financiamento Estudantil’

forum_logoFórum das Entidades Representativas do Ensino Superior
***

O Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular (Fórum) vem a público para declarar que acompanha com apreensão o desenrolar da crise política e econômica do país e que apoia o diálogo e a união da sociedade civil organizada com base no bom senso e na responsabilidade de todos. Nesse momento difícil, consideramos que deve prevalecer o restrito estado de direito e a obediência à hierarquia das leis.

Hoje a responsabilidade do setor privado do ensino superior se ampliou com a conquista da maioria absoluta das matrículas (75%) e do número de formandos (78%). O setor envolve mais de 5,5 milhões de alunos somente no ensino superior, sem contar os milhares de alunos do ensino fundamental. Tais dados se embasam numa filosofia que prega a igualdade de oportunidades, a isonomia de tratamento e a obediência irrestrita ao arcabouço normativo presente na Constituição Federal e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Além disso, os princípios contidos nas normas não só aumentam a nossa responsabilidade como também legitimam o presente “manifesto” que se preocupa com atos e ações que não se coadunam com um país que deseja ocupar um lugar de destaque em seu crescimento econômico, político e social no concerto das nações.

Leia mais »

Avaliar

Antonio Carbonari Netto2Antonio Carbonari Netto
Vice-presidente do Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior do Estado de São Paulo)
Uol Notícias, publicado em 2 de agosto de 2015
***

Os anúncios da abertura das inscrições para o segundo semestre de 2015, em 3 de agosto, e a liberação de R$ 5,17 bilhões para o FIES (Programa de Financiamento Estudantil), por meio da Medida Provisória 686, editada em 30 de julho, foram um alívio para milhares de alunos. As dúvidas que permearam o programa preocuparam os interessados e a comunidade acadêmica, pois a demanda, no início do ano, era de 500 mil pedidos, ante a disponibilidade de 250 mil vagas.

Ou seja, metade dos jovens pleiteantes ficou sem meios de pagar e/ou matricular-se nas faculdades. Isso depois de autoridades do Ministério da Educação incentivarem as instituições de ensino superior a encherem seus quadros discentes com alunos do Fies, promovendo um grande incentivo à adesão ao programa.

Leia mais »

Avaliar
Gabriel Mario Rodrigues 1Gabriel Mario Rodrigues
Presidente da ABMES e Secretário Executivo do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular
***
“O que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui está preta”.
(Chico Buarque)

Não podemos viver das conquistas do passado, porque elas não garantem os avanços  do presente e menos ainda os do futuro.

O reitor eleito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Roberto Leher, que assumirá as suas funções em julho, disse em entrevista[1], que a situação da universidade é dramática – sucateamento, falta de recursos para pagar luz, água, telefone e empresas terceirizadas que prestam serviços de limpeza e segurança. “Temos um orçamento de 372 milhões de reais previsto, e a UFRJ deve receber um doze avos desses recursos a cada mês. Isso daria 31 milhões por mês para custeio, totalizando 155 milhões até maio. Mas o Ministério da Educação (MEC) autorizou 115 milhões até maio. E o financeiro só repassou efetivamente 85 milhões de reais, quase a metade. Isso gera um déficit de aproximadamente 100 milhões de reais”, afirma Leher. E o que dizer das dezoito universidades recém-criadas cujos esqueletos dos prédios em construção se erguem aos céus pedindo socorro?

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics