Arquivo da categoria ‘Financiamento Estudantil’

Solon Hormidas Caldas
Diretor executivo da ABMES
***

 O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é hoje um instrumento importantíssimo para o acesso de centenas de jovens e adultos ao ensino superior. Em crescente expansão, o programa conta atualmente com cerca de 500 mil contratos assinados. De janeiro até o início de abril de 2012, mais de 140 mil estudantes contrataram o fundo, um grande recorde anunciado pelo recente balanço do Ministério da Educação.

O crescimento de qualquer país passa pela educação e no Brasil não poderia ser diferente. A taxa líquida de jovens entre 18 e 24 anos que está cursando o ensino superior é de apenas 16%, um número que ainda está muito aquém de países da América Latina como Argentina, Colômbia e Chile. A criação do Fies é, certamente, um dos fatores que tem contribuído para o grande salto que a formação de profissionais vive na última década. Possivelmente, ele será peça-chave para que o Brasil cumpra a meta do Plano Nacional de Educação (PNE) de formar 10 milhões de graduados até 2020.

Leia mais »

Avaliar
José Roberto Loureiro
Vice-presidente de operações da Laureate Brasil
***

O Brasil vive hoje um momento ímpar de sua história. Desde o início deste século, o país vem crescendo vigorosamente, apesar das crises que atingiram o mundo desenvolvido. O bom momento está criando um ambiente estimulante de maior consumo e vem sendo acompanhado pela redução das desigualdades sociais, com milhões de pessoas migrando das classes E/D para o estrato médio, a chamada classe C. Estabilidade econômica, programas sociais e expansão do crédito são alguns dos fatores da transformação do país nas duas últimas décadas e cada vez mais o Brasil atrai investidores de toda parte, interessados em empreender em uma nação que se coloca como potência global.

O País já não é mais o mesmo país de 20 anos atrás. Melhorou muito. Mas, evidentemente, ainda há gargalos que deverão ser superados. Uma das áreas de maior oportunidade é a da educação. É fato que também neste campo muito se avançou – segundo o Censo da Educação Superior de 2010, as matrículas cresceram 110,1% na última década e os cerca de 6 milhões de universitários representam hoje o dobro do que se verificava em 2001.

Leia mais »

Avaliar
Rainer Marinho da Costa
CAO Chief Academic Officer at ABC EDUCATION e Owner at RR Consultoria educacional legal
Graduado e licenciado em História pela PUC SP (1988) e Mestre em História Social pela Universidade de São Paulo- USP (1995)
Especialista em Direito Educacional pelo CEU-SP , Especialista em Gestão Empresarial e com atuação em Gestão Escolar
rainercosta@hotmail.com
***

Para entender a evasão existente no ensino superior brasileiro, do ponto de vista institucional e/ou do curso, temos que circunstanciar seus vários aspectos[1]. Inicialmente devemos entender o que seria a efetiva evasão do ponto de vista estatístico, depois verificar quais as principais causas da sua ocorrência, demonstrando as diferenças quanto a classe social do aluno e quanto aos cursos nos quais ela ocorre, levando em consideração as diversos atividades envolvidas na retenção de alunos, sejam elas administrativas, financeiras ou acadêmicas, para ai apresentarmos possíveis medidas de atenuação do problema.

Em recente trabalho, a CMonteiro[2] Assessoria colocou  duas possibilidades de entendimento da evasão institucional, já anteriormente levantadas por Silva Filho[3].

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics