Arquivo da categoria ‘Financiamento Estudantil’

Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular
***

O processo de avaliação e regulação adotado pelo MEC comprovadamente prejudica instituições, especialmente as pequenas que estão se esforçando para cumprir o seu papel social de inclusão no ensino superior. Desde a criação do IGC e do CPC, por Portarias, as instituições mais penalizadas com corte de vagas e arquivamento de cursos em tramitação – que, em alguns casos, estava sendo aguardada apenas a portaria de autorização – foram as Faculdades, muitas delas com um único ou com poucos cursos, localizadas em municípios pequenos e regiões extremamente carentes.

Vale ressaltar que muitas destas Faculdades se situam em locais com IDH baixo e sem oferta de vagas de cursos superiores públicos. São Faculdades cujos alunos são egressos das escolas públicas, muitos fizerem EJA, e que estão enquadrados nos critérios estabelecidos tanto no ProUni quanto no Fies em função da condição econômica.

Leia mais »

Avaliar
Custódio Pereira*
Administradores, publicado em 22 de fevereiro de 2012
***

Foi um tanto preocupante, no apagar das luzes de 2011, a cobrança feita ao governo, por representantes das universidades privadas, de um repasse das mensalidades de alunos contemplados pelo Programa de Financiamento Escolar (FIES), no valor aproximado de R$ 500 milhões. Brasília argumentou que foi liberado R$ 1,1 bilhão no ano passado, mas as instituições alegam que falta a quantia referente às matrículas de 2010 e 2011.

Obviamente, a cobrança não foi um ato fortuito, o que causa preocupação, considerando a importância desse financiamento para que mais alunos de famílias de baixa renda possam ter a oportunidade de cursar uma boa faculdade. O FIES foi criado em 1999, permitindo a estudantes sem capacidade financeira de pagar uma instituição privada de Ensino Superior, condições de financiar toda a sua formação.

Leia mais »

Avaliar
Maysa Simões*
Diretora de Comunicação e Marketing
Paranashop, publicado em 14 de fevereiro de 2012
***

A educação brasileira, do ciclo básico ao ensino superior, passa por um momento de grande transformação. Depois de conferir a entrada de novos players, assistimos ao início de um período de consolidação de grandes redes e alianças, que ainda deve causar algumas surpresas, com aquisições de marcas tradicionais no mercado.  Aliado à desaceleração do crescimento nas novas matrículas as instituições de ensino têm tido dificuldades em arcar com os grandes investimentos realizados no passado para uma demanda que não existe mais.  Em contrapartida, o governo incentiva fortemente a liberdade de mercado, tanto que franqueou a participação da educação privada para que a meta de jovens inseridos no sistema educacional fosse alcançada.

As instituições se veem obrigadas a melhorar seu desempenho em várias dimensões da gestão, com investimentos e custeio adequados ao tamanho do negócio, melhores soluções de financiamento, maior controle para recebimento, aumento de novas receitas adicionais às mensalidades e rigoroso controle de custos. As áreas de marketing são instigadas a discutir seus posicionamentos,  atributos e a identificar quais os melhores benefícios para conquistar e fidelizar os clientes que já fazem parte do quadro e atrair outros, com estruturas e equipamentos diferenciados.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics