Destaques
Facebook

Arquivo da categoria ‘Geral’

Prof. Dr. Valmor Bolan
Doutor em Sociologia. Conselheiro da OUI-IOHE (Organização Universitária Interamericana) no Brasil. Membro da Comissão Ministerial do Prouni (CONAP). Consultor da Presidência da Anhanguera Educacional.
*** 

A mil dias da COPA de 2014, ainda persistem dúvidas e apreensões sobre a capacidade do Brasil em atender todas as demandas existentes para assegurar o sucesso da maior festividade esportiva do planeta, que há décadas encantam o povo brasileiro. Em meio ao ceticismo de uns e até mesmo uma torcida contra de outros, o ministro de Esportes, orlando Silva, foi à televisão dizer que o governo vai dar conta de realizar a Copa, com a conclusão das obras que se fazem necessárias.  É certo que a realização do megaevento em nosso País abre muitas oportunidades, especialmente no setor do Turismo, daí que do ponto de vista da promoção do Brasil no mundo e da motivação dos profissionais brasileiros em crescer em seus negócios com a ocasião é meritória. Como país emergente, estamos numa fase de crescimento, e apesar das sombras da crise internacional, o Brasil sinaliza condições de superar a crise atual e ampliar seu espaço no mundo, daí que é preciso darmos apoio para que a Copa aconteça e seja exitosa.

Nesse sentido, ao contrário do que já se leu até em importantes editoriais de periódicos brasileiros, não é hora do governo recuar, mas intensificar os esforços para conseguir cumprir um cronograma de trabalho que permita viabilizar a logística necessária de infra-estrutura (especialmente estádios e aeroportos), para que os serviços prestados durante a Copa sejam satisfatórios a todos os envolvidos na festa esportiva, que deverá receber pessoas do mundo todo.

Leia mais »

Avaliar
Moacir da Silva Garcia
Administradores, publicado em 25 de setembro de 2011
***

Muitas mudanças – boas, diga-se de passagem! – ocorreram com o advento da educação a distância, em especial em relação aos cursos superiores nessa modalidade. Muitas pessoas, apesar da falta de tempo ou devido à distância, conseguiram concluir o tão almejado curso superior. Além disso, a inserção ao mercado de trabalho ficou muito mais fácil, embora ainda haver preconceito contra cursos nessa modalidade.

Para um número considerável de brasileiros a educação a distância foi muito importante, já que se não fosse essa modalidade de educação, certamente seus planos de concluírem um curso superior demorariam muito mais.

A educação a distância nos permite estudar, a despeito da falta de tempo. Por morarem distantes dos grandes centros urbanos ou por trabalharem em horários flexíveis – por escalas, por exemplo -, muitas pessoas não têm possibilidade de cursar uma faculdade no horário regular. Assim, ou esperam por melhores condições de trabalho e disponibilidade de tempo para poderem cursar uma graduação ou tentam conciliar seu tempo com uma modalidade que melhor se adeque a sua realidade.

Leia mais »

Avaliar
Eleonora de Lucena
Folha, publicado em 2 de outubro de 2011
***

“Vai cair a educação de Pinochet!”. Com essas palavras, centenas de milhares de chilenos foram às ruas para pedir o fim do modelo de educação no qual tudo é pago. Querem um ensino público, gratuito e de qualidade. Bem avaliado em testes internacionais, o sistema educacional está em xeque.

Quando foi imposto pela ditadura pinochetista, nos anos 1980, a propaganda oficial dizia que estudantes, ao pagarem pelo ensino, seriam transformados em clientes. A competição melhoraria a educação, ampliaria a cobertura e soterraria protestos. Trinta anos depois, os clientes resolveram se rebelar. Pagam caro por um ensino de qualidade discutível. As famílias sentem o torniquete do modelo no emaranhado de bolsas, mensalidades, juros, bancos.

Mario Waissbluth, coordenador nacional do movimento Educação 2020, afirma que 40% dos que ingressam na universidade saem antes de concluir. Dos 60% que se titulam, a metade fica desempregada ou consegue um emprego ruim. Mas continuarão com uma dívida por 20 ou 30 anos. Só 30% (os mais ricos) conseguem o prometido pelo modelo.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior

Quer contribuir para o blog da ABMES?

Envie seu artigo para o e-mail comunicacao@abmes.org.br com nome completo, cargo e foto e aguarde nosso contato!

Categorias
Autores
Arquivos