Destaques
Facebook

Arquivo da categoria ‘Geral’

Fernando Veloso
Folha, publicado em 19 de setembro de 2011
***

As diversas interpretações da crise financeira internacional em geral enfatizam desequilíbrios macroeconômicos e falhas na regulação do sistema financeiro. No livro “Fault Lines: How Hidden Fractures Still Threaten the World Economy”, o economista Raghuram Rajan, da Universidade de Chicago, acrescenta um elemento surpreendente: a ineficiência do sistema educacional americano.

Nas últimas três décadas, houve uma elevação significativa da desigualdade de renda nos Estados Unidos.

Isso decorreu principalmente de um grande aumento da desigualdade salarial.

Leia mais »

Avaliar
Editorial
O Estado de S.Paulo, publicado em 18 de setembro de 2011
***

Uma semana depois de o Enem de 2010 ter mostrado uma acentuada queda no desempenho das 50 melhores escolas de São Paulo, a cidade na qual pretende candidatar-se a prefeito em 2012, o ministro da Educação, Fernando Haddad, foi vaiado na Faculdade de Educação da USP e se envolveu em bate-boca com estudantes que criticavam a situação de abandono de várias instituições federais de ensino superior.

A expansão das universidades federais é uma das bandeiras que Haddad pretende usar em sua campanha eleitoral e os estudantes que o vaiaram eram, justamente, supostos beneficiários de sua política. Criadas com base mais em critérios de marketing político do que acadêmicos, tendo em vista a eleição presidencial de 2010, várias universidades federais foram inauguradas às pressas em instalações improvisadas, sem laboratórios e professores em número suficiente.

Por isso, os grupos e facções estudantis que não se deixaram cooptar pelo governo federal – que converteu a UNE numa entidade chapa branca, por meio de generosos repasses financeiros – definiram uma pauta de reivindicações e um cronograma de protestos contra Haddad. Também acusam o ministro de não reivindicar um aumento mais expressivo do orçamento da educação.

Leia mais »

Avaliar
João Carlos Di Genio
Empresário e professor
O Globo, publicado em 7 de setembro de 2011
***

Demétrio Magnoli, comparando a situação educacional do Brasil com a do Chile (“A UNE deles e a nossa”, O GLOBO, 1/9/2011), honra-me com a distinção de tomar meu nome como designativo do ensino privado brasileiro, que ele contrapõe à escola pública, onde os alunos “aprendem muito menos do que os das escolas privadas”. O diagnóstico é incontestável, pois todos os indicadores de que dispomos confirmam a superioridade do ensino pré-universitário da rede privada (devendo-se sempre ressalvar as ilhas de excelência que a escola pública pode justamente ostentar, graças ao empenho abnegado e mesmo heroico de não poucos professores e funcionários). Meus reparos ao artigo de Magnoli são de outra ordem e dizem respeito ao quadro da educação brasileira, que ele esboça para traçar um paralelo com situação que tem gerado protestos no Chile. Além disso, creio que merece consideração atenta a contraposição entre escola pública e privada, que alicerça a visão e os argumentos contidos no artigo.

As deficiências do sistema educacional brasileiro como um todo são notórias e sempre confirmadas pelos indicadores nacionais e internacionais. Uma primeira diferença significativa em relação ao Chile está em que nossos resultados não se têm mostrado estagnados, como os de lá, mas apresentam melhora – ainda que intoleravelmente menor que a melhora de que precisamos (lembre-se, porém, que melhoras na educação dependem de processos de longa duração, cujos resultados significativos não se colhem em menos de uma geração). E, se temos melhorado, ainda que pouco, isso se deve a uma situação que, em aspectos fundamentais, não tem semelhança com a chilena.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior

Quer contribuir para o blog da ABMES?

Envie seu artigo para o e-mail comunicacao@abmes.org.br com nome completo, cargo e foto e aguarde nosso contato!

Categorias
Autores
Arquivos