Destaques
Patrocínio
Facebook

Arquivo da categoria ‘Cultura e literatura’

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Dia Internacional da Mulher. Uma galeria de retratos femininos bíblicos: Abisag, Agar, Benjamina, Betsabá, Dalila, Dama do Apocalipse, Débora, Ester, Eva, Hagite, Judite, Lia, Rainha de Sabá, Rebeca, Raquel, Rute, Sara, Susana. No Novo Testamento, as três Marias (Maria, mãe de Jesus, Maria Madalena e Maria, mãe do apóstolo Tiago), Ana, Ápia, Febe, Herodíades, Isabel, Joana, Marta, Cláudia Prócula, Lídia, Priscila (Prisca), a Samaritana.

As escrituras revelam, assim, a presença de um elenco de “mulheres na Bíblia”. Em latim, “dramatis personae”, literalmente, “personagens do drama”. Inúmeros artistas se têm inspirado em algumas dessas mulheres, principalmente na mãe de Jesus, dentre outros, Gauguin, Pedro Américo, Rodolfo Amoedo, Rogen van der Weyden, os irmãos Van Eyck.

Leia mais »

Avaliar

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Machado de Assis é mais conhecido e citado como romancista que como cronista. No entanto, ele foi também exímio cronista. Nestas reflexões, algumas dicas machadianas.

Certa ocasião, Machado recorreu à figura de “uma gaiola de papagaio, aberta por todos os lados, sem aparência mesmo de gaiola, mas onde a ave fica presa por uma corrente que lhe vem do pé ao poleiro. Quebre-se a corrente, de uma vez por todas, e dê-se a liberdade ao pobre animal”. No fundo, a questão é: “aut libertas, aut nihil”. Cláudio Manoel da Costa havia proposto fosse esse o lema da Inconfidência Mineira: Ou liberdade ou nada!

Leia mais »

Avaliar

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

O tempo tem cor. Comprovam-no o espelho e os retratos, de retratistas mesmo, que o tempo amareleceu. Fotos cuidadosamente guardadas numa caixa de papelão. Comprova-o a cor dos templos restaurados pela recuperação de sua cor original.

A matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Ouro Preto, conhecida como Matriz de Antônio Dias, foi restaurada. Depois de muito tempo com o tom avermelhado, meio puxado para o rosa, com o qual a população se havia acostumado, uma restauração devolveu à igreja o tom amarelo-ocre, rejuvenescendo-a.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics