Arquivo da categoria ‘Cultura e literatura’

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Para Carlos Drummond de Andrade, quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, isto é, de fatiar, esfatiar o tempo, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Assim, digo eu, na esteira desse “indivíduo genial”, consumimos o bolo da vida, datando cada fatia em dia, mês e ano e vivendo um dia de cada vez. Estendendo essa ideia, ocorre-me pensar no saber de cada pessoa e na maneira como cada pessoa distribui seu saber independentemente de ensinar na carreira do magistério.

Chego à seguinte conclusão elementar: o saber é distribuído em fatias. O próprio Jesus ensinava por meio de parábolas. Digamos, cada parábola era uma fatia de sua doutrina desfiada em “O reino dos céus é semelhante a …” Um livro, um conteúdo programático é dividido em unidades, subunidades, etc. Uma lei, em artigos. E, muitas vezes, usamos apenas um artigo da lei, uma fatiazinha, para justificar um pleito.

Leia mais »

Avaliar

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Mãe não é coração dilacerado. Melhor dizendo, mãe é um coração em pedaços. Para mim, há diferença, sim. Dilacerar é rasgar em pedaços, despedaçar, amassar. Já o ser coração em pedaços é ser distributivo, participativo, sempre presença e presente. Coração sempre capaz de consolar, pronto para perdoar e acolher, amar mesmo quando sem inteira correspondência.

 Maio. Mês das mães. Mês das noivas. Na Europa, mês das flores. Continente ao qual pertencemos, segundo Joaquim Nabuco, pelas “camadas estratificadas” do nosso espírito. É época de Páscoa. Em que pese ao momento que se vai prolongando, prolongando… de covid-19, a fazer estragos exigindo novos caminhos, novas estradas. Novas superações, novos desdobramentos. Escolas fechadas. Sem escolas infantis… Ah! Se nome de mãe gastasse… Lares de geladeira vazia, desempregos. Auxílios emergenciais de um lado; mordomias desmedidas, de outros. Turbulência política.

Leia mais »

Avaliar

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Leio bastante. Leio e escrevo. Atividade prazerosa, para mim, tanto que se tornou hábito. Ainda bem que é um bom hábito. Dada essa característica, o isolamento social em razão da pandemia coronavírus não me tem trazido problema de preencher o tempo disponível.

De onde vêm esses livros? Em grande parte, livros a mim emprestados por parentes e amigos. Detalhe importante: devolvo-os todos no mesmo estado de conservação em que os recebo. Assim, quem me emprestou uma vez se dispõe a emprestar de novo. Ebooks não têm esse problema…

Em meados deste mês, abril 2020, minha filha me repassou cinco livros para eu ler. Comecei pela leitura de “As 5 linguagens do amor das crianças”: toque físico, palavras de afirmação, tempo de qualidade, presentes, e atos de serviço. O livro é tradução de “The 5 languagens of children”. Subtítulo: “the secret to loving children effectively”. O segredo para amar as crianças eficazmente. Autoria: Gary Chapman & Ross Campbell.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics