Destaques
Facebook
Twitter

    Sorry, no Tweets were found.

Arquivo da categoria ‘Marketing Educacional’

Print Friendly, PDF & Email
Gabriel Mario Rodrigues2Gabriel Mario Rodrigues
Presidente da ABMES e Secretário Executivo do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular
***

Países que tratam educação como assunto estratégico colhem desenvolvimento econômico.

 

Hong Kong, uma das áreas mais densamente povoadas do mundo, tem uma história singular. Território chinês, que se tornou colônia do Império Britânico após a Primeira Guerra do Ópio (1839-1842), foi ocupado pelo Império do Japão durante a Guerra do Pacífico (1941-1945), após a qual o controle britânico foi retomado até 1997, quando a China reassumiu a soberania da cidade. Apesar destas circunstâncias — que poderiam comprometer radicalmente sua economia e demais setores, inclusive o educacional —   Hong Kong é um dos quatro Tigres Asiáticos, ao lado de Coreia do Sul, Cingapura e Taiwan.

O que há em comum entre eles? A capacidade de traçar um plano eficaz para levantar a economia e transformá-los em potências industriais, preocupadas com incentivos à infraestrutura e à educação.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Mário CortellaMario Sergio Cortella
Filósofo Educador, será palestrante do GEduc 2016 durante o XIV Congresso Brasileiro de Gestão Educacional

***

Por que alguns de nós perdemos as boas oportunidades na vida? Porque temos medo de mudança, que se transforma em pânico. Uma pessoa só aceita a mudança, de fato, quando percebe que será beneficiada no processo. Todos temos medo. A natureza colocou em nós dois mecanismos para sobrevivermos: medo e dor. Pânico, porém, é outra coisa. Medo te ajuda a não achar que é invulnerável. Em todo processo de mudança é preciso ficar acautelado, e o medo te auxilia nisso. Quem não tem medo se sente satisfeito, tranqüilo, e distraído.

Eu viajo quase todos os dias de avião. Se o piloto está na porta do avião, a primeira coisa que eu pergunto é: “Você tem medo de avião?” Se ele disser que tem, eu viajo totalmente sossegado. Por que, se ele tem medo, o que ele faz? Prepara, organiza, estrutura, estuda, vê mapa, faz o melhor.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Gabriel Mario Rodrigues2Gabriel Mario Rodrigues
Presidente da ABMES e Secretário Executivo do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular
***

O inconveniente das pessoas e dos países é a esperança de encontrar saídas e soluções fáceis. Sem crise não há desafios, sem desafios a vida é uma rotina, uma lenta agonia. Sem crise não há mérito. É na crise que se aflora o melhor de cada um. Falar de crise é promovê-la, e calar-se sobre ela é exaltar o conformismo. Em vez disso, trabalhemos duro. Acabemos de uma vez com a única crise ameaçadora, que é a tragédia de não querer lutar para superá-la. (Albert Einstein)

A necessidade de criar nem sempre coincide com as possibilidades de criação e disso surge o penoso sentimento de que a ideia não foi para a ação. A criatividade assenta numa “fusão da intuição e da razão”, considerada uma capacidade humana de grande valor universal. A criatividade torna-se a habilidade mais importante do século 21, uma vez que está ligada à capacidade de impulsionar um país para inovar e gerar progresso. Mas é também uma forma de motivar as pessoas a “tomar” o seu lugar na sociedade, acreditando no seu potencial, aplicando os seus conhecimentos e construindo valor para a sua existência. A capacidade criativa sempre foi a chave da evolução da humanidade.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics