Arquivo da categoria ‘Marketing Educacional’

Print Friendly, PDF & Email
Gabriel Mario Rodrigues 1Gabriel Mario Rodrigues
Presidente da ABMES e Secretário Executivo do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular
***

O ministro da Educação Renato Janine Ribeiro afirma que “o Brasil vive um momento de grande crença no potencial do ensino”. Ele declarou (veja aqui) que são enormes os desafios do setor para viabilizar suas metas e ressalta um ponto positivo: que a sociedade quer se mobilizar e oferecer a sua contribuição. O VIII Congresso Brasileiro da Educação Superior Particular (CBESP) vai ao encontro desses objetivos.

Dois mil e quinze vai ser lembrado no calendário educacional brasileiro como um ano diferenciado, porque todos os fatores para um desempenho difícil do setor estão acontecendo ao mesmo tempo: início atribulado das matrículas das instituições de ensino superior (IES) advindos da reformulação das regras do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies); período presidencial tumultuado; dificuldades econômicas do país; cenário preocupante da economia mundial; descontentamento da população em relação à condução das empresas estatais; péssima qualidade dos serviços públicos e desencanto com o nosso mundo político.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Rafael Villas BôasRafael Villas Bôas
Consultor Associado de Marketing na Hoper Educacional e criador do portal www.quemdisse.com.br
***

O atraso de um ano da publicação dos dados do Censo do Ensino Superior pode criar distorções e impressões equivocadas por parte daqueles que dependem exclusivamente dessa fonte de dados para seu processo de tomada de decisão. Ao gerir com base na análise retroativa de informações o executivo assume o risco de não computar o presente ou projeções para o futuro, projeções essas a cada ano mais precisas. A recente publicação dos números de 2013 aumentou a sensação de insegurança dos gestores do segmento frente a uma queda no número de ingressos da graduação. Estatisticamente irrelevante (foram 6900 alunos a menos entre os anos de 2012 e 2013 na base de ingressantes na educação superior, computando graduação e sequencial[1]), o indicativo disparou alertas em mantenedoras de todo o país e protagonizou os principais fóruns do segmento.

De fato em um ambiente onde o crescimento médio foi de 5% (média aritmética calculada pela diferença positiva ou negativa dos ingressantes na educação superior, computando graduação e sequencial de um ano em relação ao ano subsequente no período de dez anos entre 2003 e 2013), o crescimento negativo de 0,25% entre 2012 e 2013[2] assusta quando observado fora de contexto. No entanto, para quem analisa as curvas históricas e as suas correlações esse número preocupa menos que outros como a queda de alunos matriculados nos últimos anos do Ensino Médio, conforme demonstraremos abaixo.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Rafael Villas BôasRafael Villas Bôas
Consultor Associado de Marketing na Hoper Educacional e criador do portal www.quemdisse.com.br
***

O Planejamento Estratégico é um dos principais documentos de uma organização. Metodologia da administração, sua origem remonta os QG militares, apresenta uma visão holística, global, de toda a estrutura (o exército) e das suas partes (divisões ou departamentos). Deve compreender a descrição de cada fração e uma visão sistêmica dos processos.

Não deve ser, contudo, confundido – como ocorre com frequência – com os planejamentos setoriais. Esses levam os nomes dos departamentos ao qual estão subordinados. O Planejamento Estratégico de Marketing é, portando, apenas um plano setorial do departamento de Marketing, assim como são os planejamentos Financeiros, de Recursos Humanos de Tecnologia da Informação. O Plano de Negócios, por sua vez, é utilizado para a estruturação e avaliação de novos projetos. E o Plano de Comunicação é apenas um apêndice do Plano de Marketing. Jamais um sinônimo.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics