Arquivo da categoria ‘Carreira e mercado de trabalho’

Print Friendly, PDF & Email

Celso Niskier
Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca
***

A porta abre e o professor entra resoluto na sala de aula. Todos os alunos se levantam, e, de pé, saúdam formalmente o mestre, que agradece com um leve aceno de cabeça, pedindo que se sentem, para que possam então começar a magistral aula.

Mais do que uma cena de filme antigo, esse modelo de professor austero e autoritário faz parte de um passado da nossa educação, tempos em que o mestre era a única autoridade e fonte confiável de conhecimentos. Muito diferente dos tempos atuais, com fontes de conhecimento tão variadas, em que muitos mestres abandonam a profissão, pressionados pela violência em sala de aula e por regimes de trabalho estafantes.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Simone Silva
Publicitária e Consultora de Relacionamento da ABMES
***

Mesmo o apresentador Chacrinha não sendo do meu tempo, cresci ouvindo o seu famoso bordão “quem não se comunica, se trumbica”, que sempre vinha acompanhado de outras frases populares como “quem tem boca vai a Roma” (que descobri muito tempo depois que a forma correta é “quem tem boca vaia Roma”, mas isso é assunto para outro texto).

O que importa nesta reflexão é o que essas frases têm em comum: ambas ressaltam a importância da comunicação para o desenvolvimento pessoal e profissional de qualquer pessoa. É a partir dela que as relações se estabelecem e se concretizam.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Janguiê Diniz
Vice-presidente da ABMES
Mestre e Doutor em Direito

Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional
***
O Brasil tem índices muito baixos de pessoas com Ensino Superior completo. O dado, bastante preocupante, faz parte do relatório “Education at a glance”, divulgado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que inclui 45 países. O estudo deixa claros os desafios do sistema de ensino brasileiro, em um cenário que, por ora, não parece muito favorável.

O relatório da OCDE aponta, entre outros dados, que apenas 21% dos brasileiros entre 25 e 34 anos de idade possuem um diploma de formação superior. A taxa é bem inferior à média dos países pesquisados pela Organização, que é de 44%. Para se ter ideia, o Brasil só fica à frente de China, Indonésia, Índia e África do Sul. Esse, talvez, seja um dos maiores desafios para o Brasil: realizar a verdadeira inclusão educacional que o país precisa. Muitas universidades públicas foram abertas no nosso território, o número de instituições privadas aumentou substancialmente, mas ainda é pequeno o total de pessoas que conseguem concluir os cursos.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics