Destaques
Facebook
Twitter

    Sorry, no Tweets were found.

Arquivo da categoria ‘Carreira e mercado de trabalho’

Print Friendly, PDF & Email

Ruy Fernando Ramos Leal *
Superintendente Geral do Instituto Via de Acesso
***

A melhor porta de entrada do jovem ao mercado de trabalho, sem dúvida, é a realização de um bom estágio. O bom estágio permite ao estudante que passe a vivenciar um mundo desconhecido para ele, o meio empresarial, sem que seja tratado e cobrado como um profissional. Com certeza, se o estudante souber compreender esse cenário e a empresa também, esse jovem talento acadêmico poderá aprender que na prática a teoria tem diversas facetas, e ele precisará saber trabalhar com essa realidade.

Infelizmente, em geral, o jovem não coloca o seu aprendizado sobre o mercado de trabalho como uma de suas prioridades de vida, só fazendo isso, como disse uma estudante em certa ocasião, quando a “água está batendo no traseiro”. Contudo, vale enfatizar, o mercado de trabalho não contrata quem só se movimenta com o “traseiro molhado” e não tenha percebido ainda que esse mundo fará parte de sua vida por dezenas de anos.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Danilca Rodrigues Galdini
Sócia-Diretora da NextView People (empresa especializada em estudos e pesquisas sobre Gestão e Desenvolvimento de Pessoas)
***

Escrever sobre como melhorar a empregabilidade do estudante é sem dúvida alguma um grande desafio, não apenas por não existirem respostas prontas, mas pelo fato de que o próprio termo empregabilidade esta envolto por uma série de questionamentos: O que é empregabilidade? Quais atributos devem ser considerados no momento de avaliar a empregabilidade de um profissional? É correto avaliar empregabilidade apenas como uma questão meritocrática, sem considerar o contexto sócio-econômico?

O termo empregabilidade é relativamente recente e passou a ser alvo de maior interesse do mundo acadêmico e corporativo após as transformações ocorridas no mercado de trabalho no século XX, que impactaram fortemente a economia mundial e a forma de condução dos processos produtivos e do trabalho.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Rayanne Portugal
Assessora de Comunicação da ABMES
***

Valentina acorda às 6 horas para trabalhar. De segunda a sábado. Fernando também começa cedo, dividido entre as rotinas da universidade, do centro acadêmico e do grupo de extensão. Ela acaba de dar início ao curso superior de Direito, aos 24 anos, em uma instituição pequena da cidade. Ele passou para o curso de Engenharia Aeronáutica assim que encerrou o ensino médio, aos 17, com notas tão boas que poderia escolher onde estudaria. Ele foi para a melhor Federal, mudou-se para a capital e passou a viver perto da universidade, bancado pelos pais. Enquanto isso, ela adiou os estudos para buscar o primeiro emprego.

Com salário-mínimo de Valentina, não foi possível entrar na faculdade. Não antes que as excelentes escolas particulares por onde Fernando passou o tivessem treinado para ser o melhor em cálculo e lógica. Para Valentina, acostumada a ser a primeira da escola pública onde aprendeu o bê-á-bá, ingressar no ensino superior continuaria a ser um projeto distante até que pudesse pagar a mensalidade do curso particular.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics