Destaques
Patrocínio
Facebook
Twitter

Arquivo da categoria ‘Carreira e mercado de trabalho’

Print Friendly, PDF & Email
Elio Gaspari
Folha, publicado em 11 de abril de 2012
***

ONTEM A DOUTORA Dilma esteve em duas das melhores universidades do mundo, Harvard e o Massachusetts Institute of Technology. Uma nasceu em 1686, de uma doação de um pastor/taverneiro. A outra veio da iniciativa de um grupo de homens de negócios de Boston. No início do século passado o MIT ganhou vigor com o patrocínio de George Eastman, uma espécie de Steve Jobs de seu tempo. Se um criou o iPhone, o outro popularizou as máquinas fotográficas Kodak. As duas instituições devem muito aos projetos de pesquisa financiados pelo governo, mas nada devem à burocracia pedagógica de Washington. Pelo contrário, Harvard e o MIT influenciam as políticas educacionais do país. Graças à filantropia do andar de cima e à qualidade da gestão de seus patrimônios, as duas têm um ervanário de US$ 42 bilhões.

O Brasil pode ser beneficiado por um movimento renovador do ensino superior. A doutora Dilma quer dobrar as conexões internacionais da melhor escola de engenharia do país, o Instituto Tecnológico da Aeronáutica. Do ITA saiu a Embraer, cujo faturamento atual equivale a 102 anos do orçamento da escola. Em São Paulo, com o apoio de empresários, o Insper anunciou que em 2015 abrirá uma faculdade de engenharia voltada para a produção. É bom, mas ainda falta.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Gustavo Ioschpe

Gustavo Ioschpe

Gustavo Ioschpe
Revista Veja, publicado em 8 de abril de 2012
***

Um dos males que assolam nossa educação é a esperança vã de pensadores e legisladores de que uma escola que mal consegue ensinar o básico resolva todos os problemas sociais e éticos do país. Eles criaram um sistema com um currículo imenso, sistemas de livros didáticos em que o objetivo até das disciplinas científicas é formar um cidadão consciente e tolerante. Responsabilizaram a escola pela formação de condutas que vão desde a preservação do meio ambiente até os cuidados com a saúde; instituíram cotas raciais e forçaram as escolas a receber alunos com necessidades especiais. A agenda maximalista seria uma maneira de sanar desigualdades e corrigir injustiças. O Brasil deveria questionar essa agenda.

Primeira pergunta: nossas escolas conseguem dar conta desse recado? A resposta é, definitivamente, não. Estão aí todas as avaliações nacionais e internacionais mostrando que a única igualdade que nosso sistema educacional conseguiu atingir é ser igualmente péssimo. Copiamos o ponto final de programas adotados nos países europeus sem termos passado pelo desenvolvimento histórico que lhes dá sustentação.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Prof. Domingo Hernández Peña
Escritor, professor de Turismo, Honoris Causa pela Anhembi Morumbi, e consultor de Comunicação
***

Seria bom que todos nós, gente de letras e números, pudéssemos saber o que é um aluno. Um aluno é, por acaso, um “cliente”? Algumas campanhas de marketing e de publicidade, feitas pelo Ensino Superior para atrair alunos, são bastante parecidas às campanhas de marketing e de publicidade de qualquer supermercado ou clube de recreio. São iguais na estética, na linguagem e na falsidade (ou exageração) argumental. E, às vezes, usam com descaro essa palavra: cliente, clientes… Não há nada mais artificial e menos universitário que os falsos estudantes que aparecem nos anúncios de televisão, vendendo inscrições e matrículas, sugerindo que os nossos filhos sejam como eles, bonitinhos, triunfadores, sorridentes, modernosos, saudáveis, atléticos e superficiais… O que pensaria Unamuno vendo e comprovando tanta miudeza?

No que o marketing da compra-venda não se parece à realidade universitária é na questão da “fidelização”. Qualquer supermercado, restaurante ou agência de viagens tem o maior interesse na “fidelização” dos seus clientes. Um cliente fiel, repetitivo, que mantém e diversifica a relação, é, na prática e nos resultados, como se fosse um grupo de clientes ocasionais… Por isso não se entende que algumas universidades gastem mais energias em atrair estudantes que em mantê-los…

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics