Arquivo da categoria ‘Novas tecnologias’

Gabriel Mario Rodrigues 1Gabriel Mario Rodrigues
Presidente da ABMES e Secretário Executivo do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular
***

“Você nunca muda a realidade lutando contra ela. Para mudar algo, você cria um novo modelo que torna o modelo existente obsoleto”. (Buckminster Fuller[1])

A possibilidade de o nosso planeta abrigar qualidade de vida e bem estar para toda a população somente será viável com a contribuição de recursos humanos bem formados e excepcionalmente educados em todos os níveis e idades. Para que isto se concretize, será preciso que a sociedade se beneficie cada vez mais das tecnologias de informação e comunicação que estão mudando o mundo e levando para o ambiente educacional suas melhores práticas visando promover o aprendizado das pessoas.

Tal como mencionei em artigos anteriores, a educação será o setor mais importante da indústria da comunicação.

De acordo com a pesquisa realizada pela New Media Consortium (NMC) Horizont Report 2014 – Edição de Educação Superior as estratégias de marketing e comunicação, pela sua importância e eficácia, unem a informática aos modernos processos de ensino. Assim, depois de conhecer o que está acontecendo no mundo educacional, a pesquisa revelou as “seis tendências-chaves” que as instituições de ensino usam para promover a inovação nos seus processos de aprendizagem.[2]

  Leia mais »

Avaliar
Alexandre Le Voci Sayad
Estadão, publicado em 15 de abril de 2014
***

Há um certo exagero, devo admitir, nas reportagens que colocam na internet a panacéia da escola e educação brasileiras. Na verdade uma visão superficial e míope costuma prevalecer nesse tipo de comentário: o foco está estagnado nos meios e não no fim.

Explico: quase não se fala de um aluno conectado, que vê na tecnologia um novo atrativo na escola; tampouco  fala-se de um professor capaz de transformar aulas e misturar papéis no aprendizado com o auxílio da tecnologia. Diz-se, sim, de uma espécie de “modus” milagroso de funcionamento com o qual a tecnologia funciona, capaz de melhorar a qualidade de ensino – algo quase místico.

Leia mais »

Avaliar
David Cavallo*
O Estado de São Paulo, publicado em 28 de abril de 2014
***

O paradoxo da produtividade se refere à contradição aparente que ocorre quando um avanço tecnológico significativo é acompanhado por um declínio na produtividade. Por exemplo, com o advento dos motores elétricos, a produtividade nos Estados Unidos encolheu por mais de dez anos. A eletricidade não facilita a produção? O que poderia ter causado essa queda?

Não é que as novas tecnologias não conduzissem à produtividade. O problema é que os processos das tecnologias prévias permaneciam vigentes, negando o potencial do novo. A resistência à mudança triunfou sobre os benefícios da inovação. Isso sugere que a mentalidade dos responsáveis era ainda mais rígida que os paradigmas obsoletos.

O uso das tecnologias digitais para a aprendizagem segue esse mesmo padrão. Muitos estudos comprovam a obtenção de pequenos triunfos, mas eles estão muito aquém dos benefícios que os computadores catalisaram em virtualmente todos os demais campos. Como podem os computadores e a conectividade permitirem um incrível ganho no conhecimento e mudarem completamente o mundo, e ainda não transformarem a educação, cuja função é o desenvolvimento do conhecimento?

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics