Arquivo da categoria ‘Novas tecnologias’

Sergio BoggioSérgio Américo Boggio*
Diretor de Tecnologia Educacional do Colégio Bandeirantes
Diretor Geral da Faculdade de Tecnologia BandTec
***

Com o advento da internet na sua forma web, a informação se tornou altamente disponível, fazendo com que a importância do conhecimento acadêmico desse espaço para outras habilidades, tais como: pensamento crítico, criatividade na solução de problemas, comunicação, colaboração e inovação.

Um estudo publicado na Psychological Science, um jornal da Association for Psychological Science, conduzido pelo pesquisador David Lubinski e seus colegas na Universidade de Vanderbilt, mostra a correlação entre o desenvolvimento da habilidade espacial e a criatividade.

Leia mais »

Avaliar
Mariela Castro
Revista Exame, publicado em 19 de junho de 2013
***

Estou no aeroporto, fechado por causa da neblina, à espera de que meu voo decole. O saguão de embarque está cheio, e há também famílias – incluindo idosos, bebês de colo e várias crianças de idades entre três e oito anos. Como entreter os pequenos diante de atrasos de mais de duas horas para qualquer voo? A resposta é bem fácil: com um tablet. Pais que se prezem hoje não viajam com crianças sem carregar o apetrecho entre os bichos de pelúcia, o travesseirinho favorito e o carrinho de estimação.

De um lado, os que defendem que o excesso de tecnologia (TV, computador, tablet, smartphone) em tenra idade pode transformar as crianças, que “desaprenderiam” o valor de brincar (especialmente com outras crianças) e de ser criativas com poucos recursos, além de estimulá-las a uma vida mais ao ar livre, praticando atividades físicas. De outro, pais hightech que acreditam que a tecnologia faz parte da geração atual de bebês e que eles interagem de maneira instintiva com os equipamentos, ampliando sua visão de mundo desde muito novinhos, o que desenvolveria habilidades cognitivas.

Leia mais »

Avaliar
Marcos Tarciso MasettoMarcos T. Masetto
Líder do Grupo de pesquisa Formação de Professores e Paradigmas Curriculares (FORPEC) da PUC-SP
***

O ensino superior brasileiro no período de 1970 a 2010 se viu atingido por dois fenômenos que o afetaram significativamente. O primeiro, com a evolução da democratização do acesso ao ensino superior, grande número de alunos começou a participar dos cursos de graduação. As classes se tornaram numerosas, muitos professores precisaram ser contratados para atender a essa nova população universitária.

O segundo fenômeno, nesse mesmo período, que atingiu o ensino superior brasileiro, diz respeito à revolução das tecnologias de informação e comunicação, com seus efeitos e consequências sobre as áreas do conhecimento, da aprendizagem e da formação de profissionais.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics