Arquivo da categoria ‘Novas tecnologias’

Valmor Bolan
Doutor em Sociologia e Presidente da Conap (Comissão Nacional de Acompanhamento e Controle Social do Prouni)
***

Verificamos um enfraquecimento da esperança nos dias atuais quanto à possibilidade de construção de uma sociedade sadia. Infelizmente isto vem se impondo inclusive em nossas Escolas no seu processo educacional. Muitos professores e professoras estão envenenados pelo pessimismo quanto ao futuro e à natureza humana. A Família e a Escola são as instituições que devem cumprir o papel de acarinhar a alma humana e de ‘vender’ às crianças e aos jovens atitudes de idealismo e de capacidade de mudar as coisas para melhor. Estas instituições sociais podem se constituir no motor de uma nova sociedade. Pode-se dizer que elas são as incubadoras não somente de valores cívicos, mas também de valores transcendentais e religiosos mais autênticos.

O que precisamos também é afirmar os valores humanos, pois a crise que vivemos, mais do que crise social, é crise de valores, e não haverá solução efetiva dos inúmeros problemas sociais existentes, especialmente nos grandes centros urbanos, se as diretrizes adotadas pelos tomadores de decisão, não estiverem pautadas na ética e nos valores morais. Por isso urge que retomemos a conscientização de que é necessário desenvolver em nossos jovens a motivação por valores, inicialmente, para que com isso eles possam alcançar o êxito que desejam em suas vidas.

Leia mais »

Avaliar
Silvio Miranda*
Blog Impacta, publicado em 18/12/2012
***

Os novos caminhos do ensino no tocante a aplicativos de escritório do tipo Microsoft Office, e que reúne, principalmente, Excel, PowerPoint, Word e Outlook, levam sempre ao mesmo lugar: a constante e inexorável especialização de uso. Cada vez mais empresas e usuários individuais exigem formações com mais qualidade, menos horas e conteúdos focados em sua área de atuação na empresa, ou ainda em suas necessidades profissionais e até acadêmicas.

A exigência por qualificação profissional resulta em profissionais melhor preparados, mas também mais focados no negócio e nas ferramentas que irão proporcionar a geração de informação de qualidade para tomada de decisão mais dinâmica e eficaz.

Leia mais »

Avaliar
Carmem Maia
Doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC SP e doutora em Educação pela Universidade de Londres
***

Prezada Dilma,

Tenho de confessar que dei um sorriso irônico de intima felicidade quando soube que o Khan se recusou a produzir material pedagógico para as escolas públicas brasileiras. Ele disse que isso é uma coisa a ser feita a longo prazo.  Não dá pra fazer de uma hora para outra.  Acho que a senhora deveria saber disto.

Com todo o respeito a senhora a deve ter ouvido o galo cantar, mas não sabe nem direito onde.  Sim, Khan teve uma boa sacada.  A de ensinar de um jeito fácil. Mas isso, Dilma, a gente já vem fazendo no Brasil, ou tentando, pelo menos.

A Escola do Futuro da USP há pelo menos 20 anos atrás tinha projetos bem mais inovadores do que esse.  O pessoal da UFPE, a turma do Silvio Meira também.  E na Unicamp, a sra. lembra da tartaruga ? O pessoal do NIED da UNICAMP eram feras nisso.  Isso sem falar nas faculdades particulares que desde que a internet deu as caras por aqui tem investido e muito em pessoal e tecnologia para desenvolver projetos bem semelhantes.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics