Destaques
Patrocínio
Quero Summit
Facebook

Arquivo da categoria ‘Novas tecnologias’

Print Friendly, PDF & Email

Saulo Souza Dias
Pesquisador, publicitário, ativista ambiental e escritor. Consultor de marketing e Planejamento Estratégico Educacional. Criador da ONG Projeto Monteiro Lobato
prof.saulosouzadias@gmail.com 
***

Uma nova revolução tecnológica está anunciada e a estruturação do ensino superior será inevitável

Um clique é o que bastará para irmos ao supermercado sem ao menos precisar estar fisicamente nele. Isso será possível num futuro não distante, em breve cada produto de nossa geladeira terá um número de série em um sensor ou microchip, que cadastrado numa rede mundial de endereços poderá gerenciar dados sobre todas as coisas, objetos e ideias. O leite de todos os dias ou outro bem que desejarmos, será controlado por este número e a sua reposição, seja pela escassez ou vencimento do produto, será solicitada diretamente ao supermercado e somente por um clique teremos nossas compras em casa.

Não precisaremos mais buscar em estantes imensas e corredores em labirintos as publicações do nosso interesse, pois a internet das coisas classificará cada exemplar, podendo ele estar em nossas mãos em questão de segundos ou sua ausência devidamente registrada.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Eduardo Silva Franco
Professor, Mantenedor da FEAPA – Faculdade de Estudos Avançados do Pará e Membro do Conselho Mantenedor da UNESPA
eduardo.silva.franco@gmail.com
***

A geração que ingressou na educação infantil na década de 1970 contou com a organização de pré-escolas, nas quais livros, quadros negros (verdes, brancos…), bibliotecas e espaços de convivência e recreação foram pontos importantes do universo da aprendizagem.

Hoje, têm-se variações interessantes: os livros permanecem, mas já estão em competição com os computadores; os quadros negros já não são somente verdes ou brancos também, mas igualmente com funções da computação; os espaços de convivência e recreação ganharam a virtualidade.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Gustavo Ioschpe
Veja, publicado em 18 de março de 2012
***

Durante décadas, o Brasil ignorou suas carências na área educacional. Hoje, quando há falta de gente qualificada e superlotação de presídios, consolida-se a percepção de que o país não progredirá sem uma melhora radical no setor. Vem também a percepção de que esse é um problema gigantesco e urgente, cuja solução por vias normais levará tempo e demandará muito esforço. Surge então a busca por uma “bala de prata”, uma solução potente e rápida que nos permita atalhar o caminho. A bola da vez é a tecnologia.

Apesar de ser um entusiasta das novas tecnologias, uma busca na literatura empírica me obriga a concordar com um empresário que dizia: “Eu acreditava que a tecnologia podia ajudar a educação. Mas tive de chegar à inevitável conclusão de que esse não é um problema que a tecnologia possa ter a esperança de resolver. O que há de errado com a educação não pode ser solucionado com tecnologia”. Seu nome? Steve Jobs.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics