Destaques
Facebook
Twitter

Arquivo da categoria ‘Novas tecnologias’

Print Friendly, PDF & Email

Janguiê Diniz
Vice-presidente da ABMES
Mestre e Doutor em Direito

Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional
***
Já escutamos por inúmeras vezes a expressão “educação inovadora”. De tempos em tempos, vemos e ouvimos discussões sobre novos rumos nos processos de ensino e aprendizagem. Cada época com sua visão de inovação e pautadas, por vezes, em mudanças nos métodos e metodologias, outras vezes na reorganização curricular. Na última década, esses debates colocaram a relação direta entre inovação e usos e manejos das novas tecnologias.

Desde os anos 90, com a massificação dos computadores, as escolas começaram a adotar a tecnologia como aliada ao ensino. Vimos surgir os laboratórios de informática, as aulas de robótica e tantas outras. Esses nada mais eram do que novos modelos, que precisam ser pensados e testados constantemente.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email
Gabriel Mario Rodrigues2

Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***

“A educação deve produzir mais do que indivíduos que consigam ler, escrever e contar. Ela deve empoderar cidadãos globais, que consigam enfrentar os desafios do século 21”. (Ban-Ki- Moon, Word of Education Forum, Incheon, Unesco, 2015)

 No livro os “Robôs e o futuro do emprego”, o autor Martin Ford relembra o último   sermão de Martin Luther King Jr, na Catedral Nacional de Washington, em 31 de março de 1968, cinco dias antes de ser assassinado. Falando dos tempos difíceis, Luther King Jr cita a “tríplice revolução”, destaque do relatório do químico Linus Pauling e do economista Gunnar Myrdal, ambos Prêmios Nobel, que versava sobre os problemas da época, salientava o movimento dos Direitos Civis, a causa pela qual lutava, a ameaça da guerra nuclear e a automação.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Gustavo Hoffmann
D
iretor do Grupo A Educação
Foi diretor de Inovação e Internacionalização do Grupo Anima Educação e diretor Acadêmico e de EAD do Grupo Alis Educacional e diretor acadêmico, diretor de Pós-graduação, diretor de EAD e diretor de Negócios da Kroton Educacional
***

No último artigo que escrevi exclusivamente para a ABMES (leia aqui), explorei a importância da sinergia entre cursos na eficiência operacional de uma instituição de educação superior (IES). Nesta edição, abordarei os demais elementos que garantem esta eficiência, trazendo também alguns aspectos de inovação.

Além da sinergia entre as matrizes, se a IES permitir a modularização das entradas de alunos, os calouros ingressarão em turmas que já estejam em andamento, aumentando ainda mais a quantidade média de alunos por turma, reduzindo o custo da folha de pagamento docente e, consequentemente, o comprometimento da receita líquida pela folha de pagamento. Boa parte das instituições brasileiras já lançam mão desse recurso, mas ainda há algumas que não recebem alunos em alguns cursos no meio do ano pela inviabilidade econômica dessas turmas. Isso é coisa do passado. Hoje, é fundamental a construção de matrizes curriculares inteligentes que admitam esta entrada atemporal.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics