Arquivo da categoria ‘Novas tecnologias’

Gabriel Mario Rodrigues2Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***

“Educar não se limita a repassar informações ou mostrar apenas um caminho, mas é ajudar a pessoa a tomar consciência de si mesmo, dos outros e da sociedade. É oferecer várias ferramentas para que a pessoa possa escolher, entre muitos caminhos, aquele que for compatível com os seus valores, sua visão de mundo e com circunstâncias adversas que cada um irá encontrar.”¹

No taxi, dias atrás, o motorista se mostrava inconformado porque que seu filho de 14 anos disse que se atrasaria para volta para casa porque ele e um colega iam ficar treinando a professora a usar o Power Point. Disse-lhe ser interessante os meninos ensinarem a professora, por ser o intercâmbio de conhecimentos uma das características do atual aprendizado. Ressaltei que não há mais idade para nada e o importante é aprender. O “azedo” taxista retrucou que se a professora tivesse 40 anos ele até concordaria, mas que ela nem tem 30 e teria obrigação de dominar a informática.

Leia mais »

Avaliar

jacir-venturi2017Jacir J. Venturi
Coordenador da Universidade Positivo
Foi professor da UFPR, PUCPR e vice-presidente da ACP
***

Há dez anos chegaram a nossas mãos os primeiros smartphones, sem os quais hoje temos a sensação de orfandade e, há menos de cinco anos, sutilmente eclodiram ao grande público as tão enlevadas tecnologias dos dias atuais, como a inteligência artificial (AI), internet das coisas (IoT), big datamachine learning etc.

Essa é a base para afirmarmos que, daqui para frente, do universitário cada vez mais se exigirá “fluência digital”, uma vez que a aprendizagem será preponderantemente em ambiente virtual. Requerer-se-á dele disciplina na autogestão do seu tempo para aprender por conta própria, raciocínio lógico e disposição para interagir com conteúdos multidisciplinares em trabalhos em equipe.

Leia mais »

Avaliar

Maria Carmen TavaresMaria Carmen Tavares Christóvão
Mestre em Gestão da Inovação e Gestora Educacional
Consultora em Inovação Educacional da Revista Linha Direta
***

Diante do cenário nacional desfavorável à empregabilidade formal, universidades passaram a estimular o empreendedorismo e a criação de startups nos ambientes acadêmicos fomentando assim a viabilidade de criação de empresas inovadoras. Houve uma efervescência empreendedora em algumas universidades, sobretudo na graduação com orientação sobre o tema principalmente nos primeiros anos do curso com   iniciativas de apoio ao empreendedorismo.

Segundo os dados do GEM (Global Entrepreneurship Monitor) existiu um crescimento significativo no empreendedorismo de oportunidade, ultrapassando o de necessidade, ou seja, a criação de negócios não mais para sobrevivência financeira, mas por desejo de empreender.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics