Destaques
Patrocínio
Quero Summit
Facebook

Arquivo da categoria ‘Política’

Print Friendly, PDF & Email

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

“Infeliz a nação que precisa de heróis”, escreve Bertold Brecht. A fragilidade dos humildes clama aos céus. Em tese, o dia a dia de uma vida dedicada é considerado um valor. Ou: o valor. Na prática, boas obras não se destacam na mídia. Também, nem dão ibope.

Santos canonizados, vemo-los incomuns, dando-nos a impressão de que se fizeram santos depois de mortos ou já houvessem nascido predestinados. Cria-se, no imaginário, uma auréola, atribuível apenas a uns poucos eleitos. Enquanto isso, “Juntos do sólio e da opulência opima”, com um salário miserê de R$24 mil, “mil párias disputando aos cães um osso” (poeta Raimundo Correia): escravizados, escabelo debaixo de pés opressores. Ser santo não significa ter sido perfeito. É verdade que há uma encumeada de santos notáveis, como esses cinco “Santos que abalaram o mundo”, conforme seleção de René Fülop Miller: S. Antão, S. Agostinho, S. Francisco de Assis, S. Inácio e Santa Teresa.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Arnaldo Niskier
Jornalista e professor
Folha de S.Paulo, publicado em 23 de setembro de 2019
***

Gostamos de competir sempre com a Argentina. Há um setor em que sofremos há muito tempo: o da ciência. O país vizinho tem a honra de contar com o Prêmio Nobel de Bernardo Houssay (Medicina, em 1947), o que jamais ocorreu ao Brasil.

Como se diz no esporte, batemos na trave algumas vezes, com Josué de Castro, o grande autor de “Geografia da Fome”, Jorge Amado e dom Hélder Câmara. Não contaram com a simpatia do governo brasileiro. Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Celso Niskier
Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca
***

João tinha um sonho: se formar em Ciências Contábeis e, assim, conseguir um emprego formal, para que pudesse ajudar seus pais a terem uma vida melhor. Com muito esforço e boa dose de coragem, entrou em um curso preparatório para o concorrido vestibular de uma universidade particular, mantida por religiosos, em sua cidade. Conseguiu ser aprovado, o primeiro universitário de sua família, e foi contemplado com uma bolsa de estudos integral, sem a qual seu sonho não se realizaria.

Maria lutou muito para educar seus três filhos, trabalhando em dois empregos, até que pudesse vê-los formados, com muito orgulho. Já na fase madura, resolveu ela mesma estudar Pedagogia, e escolheu uma instituição filantrópica, na qual obteve a ajuda financeira necessária para poder ingressar e se manter na carreira que escolheu: a de educadora.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics