Arquivo da categoria ‘Política’

Print Friendly, PDF & Email

Gabriel Mario Rodrigues2Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***

“Não roubar, não deixar roubar, pôr na cadeia quem rouba. Eis o primeiro mandamento da moral pública.”
(Ulysses Guimarães)

Por mais otimistas que sejamos, não resta dúvida alguma de que estamos com problemas. E não são pequenos. A avalanche alcança todos os setores vivos da nação: atinge o governo, o legislativo, o judiciário, a sociedade, os negócios, as empresas, os trabalhadores e o estado.

Estamos do avesso com o quadro estarrecedor que ora vivemos, com todas as mazelas sociais, políticas, sindicais, as falcatruas em frigoríficos, fraudes em licitações, greves, etc., etc. E não há um basta nisso. A roleta da desordem continua girando com a aposta da impunidade a todo vigor.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Gabriel Mario Rodrigues2Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***

“As grandes mudanças requerem o empenho das massas ou o amadurecimento de muitas décadas e às vezes séculos. Mas na nossa mente terá valor se forem sinceras e, como grãos de sementes de mostarda se espalharem, sem esperar reconhecimento ou consenso, apenas reflexão”. (Do livro “A Era do Imprevisto: A Grande Transição do Século 21”, de Sérgio Abranches)

Em relação ao meu artigo “Educar para votar conscientemente“, publicado na semana passada no Blog da ABMES, propus que, para mudar o perfil da representação política no Congresso Nacional, deveríamos começar pela educação. O objetivo seria mostrar à juventude brasileira a importância de votar bem para construir o grande país que toda a nação almeja e a possibilidade de a ABMES desenvolver o projeto VOTA CERTO BRASIL para viabilizar este propósito.

Leia mais »

Avaliar
Print Friendly, PDF & Email

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Através da mídia, falada e escrita, jornais, revistas, redes sociais, o noticiário hoje em dia tem dado ênfase à política. Infelizmente, porém, acompanhado do nada se fez, nada se faz, nada se faça, nada se fará sem propina e sem fome de cargos. Não existe representatividade, senão representatividade corporativa.

O povo é uma sombra, embora acolhedora, pois é árvore que dá cobertura aos gastos públicos diante do pedestal do foro privilegiado. A democracia deixou de ser divisa de um partido sequer. Não há pureza de intenções, muito menos vontade de atender às necessidades da população, que vive se virando ou se vira para sobreviver ou se vira como pode. A corrupção tomou conta. Os políticos não abrem mão de privilégios por eles mesmos aprovados. Difícil passar o país a limpo. Para piorar a situação, burocracia, tributação escorchante, inflação, proliferação de taxas.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics