Print Friendly, PDF & Email

Celso Niskier
Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca
***

Semana passada estive na Bett Show 2020, em Londres. Trata-se da maior exposição do planeta nos assuntos de educação e tecnologia. Realizada entre os dias 22 e 25 de janeiro, a feira internacional contou com a presença de mais de 40.000 participantes do mundo todo. Uma experiência única!

Pude notar a expansão do uso de inteligência artificial na educação, além das análises estatísticas de dados de aprendizagem (“learning analytics”) e do grande crescimento das aplicações ligadas às chamadas “soft skills” ou habilidades socioemocionais. Representando a ABMES, estive em contato com a nossa parceira Microsoft, com quem estamos estabelecendo um laboratório de inovação e criatividade em Brasília, e pude conhecer muitas das soluções que estarão sendo apresentadas aos nossos associados em breve.

Participaram também da comitiva brasileira o ex-ministro da Educação e atual secretário de Educação do estado de São Paulo, Rossieli Silva; a professora Claudia Costin, Diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais (Ceipe), sediado na Fundação Getúlio Vargas (FGV); a secretária Estadual de Educação do Mato Grosso do Sul e presidente do Conselho de secretários de Educação (Consed), Maria Cecília Motta; o educador e ex-diretor da ABMES Ronaldo Mota, além de vários dirigentes educacionais de todo o Brasil.

Saímos todos muito impressionados com o que o futuro nos espera: cada vez mais personalização da experiência do aluno e menos sobrecarga para o professor, a partir do uso das novas tecnologias de inteligência artificial e de uma grande revolução dos currículos, tanto da educação básica quanto da educação superior.

Uma pequena amostra do futuro da educação foi apresentada na Bett Londres, e outras novidades poderão ser conhecidas na Bett Brasil, que será realizada em maio, em São Paulo.

Com certeza muitas tecnologias disruptivas estão a caminho. Nós, dirigentes de instituições de educação superior, precisamos nos preparar para a inevitável transformação digital das nossas IES.

Vamos participar dessa revolução na educação?

Avaliar

Deixe uma resposta

Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics