Destaques
Patrocínio
Facebook
Print Friendly, PDF & Email
Wanda Camargo
Educadora e presidente da Comissão do Processo Seletivo das Faculdades Integradas do Brasil – UniBrasil
***

Nas condições naturais o percurso de um rio é Zen. As águas sempre escoam pelo caminho de menor resistência, formando meandros, inúmeras curvas caprichosas buscando solos mais friáveis e evitando aqueles mais sólidos, são precisos séculos para que rochas duras sejam pulverizadas.

Aos humanos não é dado o privilégio de tanto tempo, não podemos em nossa vida pessoal e profissional contornar eternamente obstáculos ou dificuldades, temos que enfrentá-los, é o preço da maturidade e do sucesso. Uma das principais finalidades de uma formação superior é proporcionar estas condições, cabe à escola colocar o estudante frente a situações que ele não conhece, fora de sua zona de conforto e de convicção intuitiva. O enfrentamento dessas situações, o processo árduo e difícil do estudo, o encantamento com a descoberta do desconhecido, e até mesmo a frustração com a perda de algumas ilusões, constituem o caminho da formação verdadeira, que embasará a real intuição e criatividade.

Bons mestres elucidam, encurtam caminhos, fazem perder o medo, transmitem experiência. Poder praticar em situações controladas, sob a supervisão de alguém confiável, que já trilhou antes os difíceis caminhos do conhecimento e tem o autêntico desejo de ensinar, suaviza o percurso, faz amadurecer.

Um calouro traz muitas certezas à universidade, um formando leva dela muitas dúvidas. O que parece um paradoxo é a expressão do que deve ser a educação, um processo de maturação intelectual e pessoal que não ensine o que deve ser pensado, mas que desperte a curiosidade e desenvolva os mecanismos para pensar. A afirmação de Sócrates “só sei que nada sei” é a chave para o conhecimento, em contraponto à arrogância que nos cega, faz crer que sabemos tudo e nos faz fugir do que ignoramos.

A palavra universidade vem do latim “universitas”: universalidade, totalidade. O sentido de universalidade é pertinente às múltiplas atividades da academia, que são muito mais amplas do que a indispensável formação de profissionais. Um curso superior não apenas prepara, mas liberta a mente para a vida; quem enfrenta com seriedade o desafio dos bancos escolares tem melhores condições de praticar suas atividades, mesmo aquelas que não pareçam a específica finalidade de seu curso. Principalmente para os que não puderam, desde cedo, conviver com a diversidade de conceitos e valores, ter contato com o saber formal, viajar, aprender idiomas, pois a escola promove inclusão cultural, aquisição de capital social, fator muitas vezes essencial para o bom exercício profissional.

As pesquisas parecem indicar que pessoas que frequentam um curso superior ganham mais, demoram menos para encontrar um bom emprego; aqueles com estudo universitário têm, normalmente, o senso estético mais desenvolvido e menos comportamentos de risco, capacidade de integração social e efetiva participação na comunidade.

Nem todas as profissões exigem um curso superior para serem exercidas, mas todas serão desempenhadas com mais alta qualidade se este for realizado.

Avaliar

Deixe uma resposta

Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics