Destaques
Facebook
Twitter
Print Friendly, PDF & Email

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Viver é a grande arte. Desse gênero maior decorrem todas as outras artes: plásticas, cênicas, musicais. Estamos rodeados de artistas. Desde as tragédias gregas. Desde o ícone Shakespeare. Desde sempre. Desde o cantar um singelo “parabéns pra você” a uma montagem grandiosa no Carnegie Hall. S. Paulo arremata: “somos feitos em espetáculo para o mundo”. O tempo não para. Toda pessoa tem seu espaço e tempo de validade para interpretar. Mesmo uma pessoa com Alzheimer, no seu desligamento do mundo exterior, nos dá o recado. Ali provavelmente está alguém que, hoje figurante, ontem foi protagonista do pleno viver.

Arte não é monopólio de ninguém. Artista é toda pessoa a quem não lhe falte engenho e arte no desempenho de suas tarefas. Quando faz bem aquilo que faz, recriando a realidade. Um encanador, azulejador, jardineiro, esportista, ás do volante ou da culinária. Um gari. Um coveiro. A arte imita a vida e a vida imita a arte. É comum a gente ouvir: gosto, não gosto dessa música, desse quadro, dessa poesia, dessa decoração.

O raio de abrangência das artes é praticamente universal, cada arte é que utiliza um signo particular e especial. A música, o som; a pintura, a cor; a escultura, o volume; a arquitetura, o espaço vazio; a literatura, a palavra; a dança, por natureza coreográfica, o movimento; o cinema, efeitos especiais; o teatro, no qual a encenação transpõe para o palco, do grande palco da vida, personagens e figurantes.

Artista profissional é toda pessoa que se dedica às Belas Artes e delas faz sua profissão. Ator o é, um artista de teatro, artista de televisão. “Artista – corta o mármore de Carrara” (Castro Alves). Artista é também toda pessoa que, com habilidade, se exibe em circos, feiras, nas esquinas da vida, nas estações do metrô, trapezista, malabarista, humorista, contorcionista. Há pessoas que, para sobreviver, têm que fazer contorções.

Por isso todo dia é dia do artista. Dia de uma só arte, o viver.

Avaliar

Deixe uma resposta

Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics