Destaques
Facebook
Twitter

    Sorry, no Tweets were found.

Print Friendly, PDF & Email

Celso Niskier
Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca
***

Embalada pela vista privilegiada da Baía de Guanabara, a última edição do projeto ABMES Regional aconteceu no Rio de Janeiro/RJ, em parceria com o Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior do Estado do Rio de Janeiro (Semerj). A atividade reuniu mais de 140 representantes de mantenedoras de todo o estado. Na pauta, um dos temas que mais tem mobilizado o setor nos últimos meses: diploma digital.

Reunir em um mesmo espaço representantes do Ministério da Educação (MEC) e especialistas em avaliação e em tecnologia da informação garantiu uma abordagem ampla ao debate, favorecendo o esclarecimento de dúvidas e o encaminhamento para a tomada de decisões por parte das mantenedoras presentes.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Deus do amor, Eros entre os romanos. o mais belo dos deuses gregos. Ambos com as mesmas características. Cupido era filho de Mercúrio, deus mensageiro, e de Vênus, a deusa da beleza e do amor, que nascera da espuma do mar. Quando representada saindo das ondas, lembra Iemanjá. Na mitologia grega, Afrodite. Célebre é a estátua da Vênus de Milo, encontrada na ilha grega de Milo, em 1820. Faltam-lhe os braços. Pode ser vista no Museu do Louvre.

Júpiter, prevendo as confusões que o deus sedutor, Cupido, iria aprontar, ordenou a Vênus que se desfizesse dele, fazendo-o desaparecer. A deusa, então, ocultou-o num bosque onde seria amamentado por leoas. Quando se sentiu independente, passou a confeccionar setas de cipreste. Treinando sua pontaria, adestrou-se na arte de fazer dos homens o alvo de seus dardos certeiros.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Aberto Costa
Senior Assessment Manager de Cambridge Assessment English, departamento da Universidade de Cambridge especializado em certificação internacional de língua inglesa e preparo de professores
***

Apesar de ser um movimento muito inicial no Brasil, a internacionalização já não é mais uma novidade para países que têm o inglês como a língua mãe. Justamente pela facilidade de comunicação – já que utilizam um dos idiomas mais falados no mundo como oficial – e também por conta do alto investimento em educação (além da alta procura por alunos estrangeiros), países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e Austrália, por exemplo, aderiram à tendência dos programas internacionais há bastante tempo e, como consequência, contam com mais experiência em acolher e integrar estudantes de todos os lugares do mundo, assim como no envio de alunos e professores para intercâmbios ou ainda na promoção da cooperação acadêmica. É muito comum que recebam pesquisadores de países de ponta para agregar na qualidade do ensino e no troca não apenas de conhecimento teórico, mas também de culturas.

A Coventry University, no Reino Unido, por exemplo, conseguiu unir o útil ao agradável em seu programa de internacionalização usando como fio condutor o mercado de trabalho e o interesse das empresas em alunos recém-formados. Os estudantes precisam de perspectivas para o futuro e as indústrias querem em sua equipe pessoas que pensem diferente e sejam capazes de desenvolver soluções criativas para seus problemas. A partir daí, a universidade conectou as extremidades e fez com que a parceria funcionasse em torno dos interesses em comum.

Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics