Celso Niskier
Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca
***

Quero abrir este artigo com uma boa notícia: 94% dos estudantes do ensino superior privado querem continuar seus estudos de graduação, mesmo em meio à maior pandemia dos últimos cem anos.

Esse é um dos números da nova rodada da pesquisa elaborada pela Educa Insights e divulgada pela ABMES – “COVID-19 e Educação Superior: o que pensam os alunos e como sua IES deve se preparar?”.

Um dado, no entanto, preocupou: cresceu o número de alunos em dúvida sobre a capacidade de manter seus estudos.

Leia mais »

 

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

No século XVII, o religioso espanhol Tirso de Molina, criador do mito de Don Juan, disse que, no banquete do amor, o ciúme é o saleiro, mas adverte ser erro temperar em demasia. A psiquiatra italiana Donatella Marazziti escreveu “E vissero per sempre gelosi & contenti. Come trasformare un sentimento ‘negativo’ nella chiave della felicità”, livro traduzido, para o português, com este título: E Viveram Ciumentos e Felizes para Sempre.

Tradicionalmente se estabelece esta sequência: namoro, noivado e casamento. Tradicionalmente também se tem como uma das finalidades do casamento o auxílio mútuo. Em latim, “Vae soli!” Ai do solitário! Palavras do Eclesiastes, comumente citadas para lembrar o estado de insegurança do indivíduo que não pode contar com ninguém, principalmente na velhice.

Leia mais »

 

Bárbara Oliveira
Administradora e assistente de comunicação na ABMES
***

O período atual, em que a economia e a modernidade apontam para uma necessidade de reestruturação do mercado de trabalho, principalmente após a pandemia do novo coronavírus, que trouxe uma nova forma de desempenho de serviços entre empregadores e funcionários e a necessidade de utilizar novas tecnologias, impõe ao profissional a exigência de se reinventar e se adaptar cada vez mais às transformações tecnológicas e às tendências mercadológicas.

Onde tem transformação, é necessário ter renovação; e é aí que a casa cai! É neste momento que as pessoas costumam “travar”. Quando sua carreira não é algo que te faz crescer profissionalmente ou quando uma calamidade como a Covid-19 lhe tira do mercado de trabalho, isso lhe incita a pensar em uma recalibração de habilidades. Normalmente, a maioria das pessoas sentem dificuldade em aceitar que estão vivendo uma crise profissional e que precisam buscar conhecimento e novas competências, pois não estão acostumadas a mudanças.

Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics