Destaques
Facebook
Twitter

    Sorry, no Tweets were found.

Print Friendly, PDF & Email

Acedriana Vicente Sandi
Diretora pedagógica da Editora Positivo
***

A arte da possibilidade é, sem dúvida, um elemento constituinte do perfil de quem pretende exercer a docência no cotidiano escolar. Isso nada mais é do que assumir a responsabilidade pela construção de soluções para os vazios que a ciência, profundamente marcada pela razão, não é capaz de dar conta, no que tange ao refinamento qualitativo da natureza humana, matéria-prima do trabalho escolar. Cada proposta a ser construída somente figurará como solução se o seu cerne representar a captura fiel das relações humanas, investigada a partir do tempo e do espaço nos quais elas acontecem.

Outro viés para abordar a arte da possibilidade é por meio da superação de “situações-limite”, uma categoria freireana, denominada de “inédito viável”. Trata-se de uma solução latente na “futuridade histórica”, ainda inédita de ação. Para tanto, se considera o real e o virtual como algo que não se opõem, apenas estão representados de forma diferente na conjuntura atual – um capturado e o outro disperso. Partindo desse princípio, uma árvore está contida, virtualmente, numa semente. Logo, a semente é virtualmente uma árvore e, na medida em que se torna uma árvore, ela se atualiza.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Fabio Carneiro
Professor de Física no Curso Positivo, em Curitiba/PR
***

Visualizemos o seguinte cenário: pais entram no processo inevitável de escolha da melhor escola para o seu filho. Iniciam-se os processos de visitas. Consequentemente, a fatídica discussão que certamente já ocorreu em todas as famílias e faz dela um processo cansativo, pois analisam-se fatores como: local, preço, instalações, sala de aula, metodologia, além da opinião de amigos… o resultado dessa decisão dificilmente nos deixa totalmente seguros, o que faz com que fiquemos atentos a cada passo dos filhos dentro da escola.

A grande verdade é que a educação das crianças é compartilhada entre pais e escola. Talvez os pais não tenham percebido esse fato, pois grande parte deles não hesita quando percebem o menor desconforto ou insatisfação do filho nesse ambiente e, assim, comparecem à escola para uma reunião. Acredite: isso retira uma quantidade enorme de energia da instituição. Mesmo que algumas vezes seja necessário, saber dosar é uma equação complicada, pois quando se trata de filhos, a emoção envolvida distorce o sentido da necessidade. Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Antonio OliveiraAntônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Fundamental na educação o respeito ao livre-arbítrio, à faculdade de escolher. Desde que se respeitem os direitos alheios pondo-se no lugar da outra pessoa, mediante empatia. “Um profundo respeito humano. Um enorme respeito à vida. Acredito nos homens. Até nos vigaristas.” Esse um dos ingredientes da Receita de Vida de Pedro Bloch. “O homem é capaz de reflexos maravilhosos, tanto ao volante como na vida civil. Até no crime. Tem sempre aquela centelha, aquela possibilidade de superação.” É o que Orígenes Lessa escreve em Memórias de um Fusca. Difícil admitir alguém totalmente mau, tampouco alguém totalmente bom. “L’homme n’est ni ange ni bête”, pensamento de Blaise Pascal. O homem não é nem anjo nem besta.

De novo Orígenes Lessa: Os marginais são uns infelizes. Há os que nunca tiveram ensino e foram formados na escola do crime e das drogas. Nasceram no crime e aí permanecem. Todavia, têm momentos de ternura, gestos bonitos, como aquele “Graças a Deus” de um deles quando soube que uma criança escapara de um acidente automobilístico, resultado de imprudência ao volante.

Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics