Raulino Tramontin
Contato Consultoria
***

Senhores! Ontem foi um dia especial para a educação superior, pois foram divulgados índices, indicadores e conceitos que deixaram algumas IES  satisfeitas e outras menos satisfeitas afora as que vão ter  um sofrimento a mais com termos de ajustamento que vão vir por ai. Mas o que me preocupa nisso tudo é que  a principal interessada que  é a sociedade produtiva ainda não se pronunciou se está satisfeita, menos satisfeita ou não está satisfeita ou está acomodada com os recursos humanos que recebe todos os anos depois de passar, 2, 3,4,5, e até seis anos em  Universidades e Faculdades.

Falar em avaliação é até fácil. Fazer avaliação é uma atividade mais complexa  e que exige maior trabalho, melhor definição  do que é, como deve ser feita, quando deve ser feita e de que forma deve ser feita. Nós todos estamos em nossas vidas em continua avaliação de nossas  vidas, de nossa atividade diária de nossos compromissos, de nossas necessidades. Entretanto quando entramos no terreno de fazer avaliação de organizações, a partir de seus objetivos, de seus planos de trabalho, de seus resultados, de seu quotidiano o trabalho começa a ficar mais complexo. E nesse terreno entra também os serviços educacionais que demandam tempo, perseverança e exige cuidados especiais.

Leia mais »

 
Eduardo Galeano
Jornalista e escritor uruguaio
***

O que acontece comigo é que não consigo andar pelo mundo pegando coisas e trocando-as pelo modelo seguinte só por que alguém adicionou uma nova função ou a diminuiu um pouco…

Não faz muito, com minha mulher, lavávamos as fraldas dos filhos, pendurávamos na corda junto com outras roupinhas, passávamos, dobrávamos e as preparávamos para que voltassem a serem sujadas. E eles, nossos nenês, apenas cresceram e tiveram seus próprios filhos e se encarregaram de atirar tudo fora, incluindo as fraldas. Se entregaram, inescrupulosamente, às descartáveis!

Sim, já sei. À nossa geração sempre foi difícil jogar fora. Nem os defeituosos conseguíamos descartar! E, assim, andamos pelas ruas, guardando o muco no lenço de tecido, de bolso. Nããão! Eu não digo que isto era melhor. O que digo é que, em algum momento, me distraí, caí do mundo e, agora, não sei por onde se volta.

Leia mais »

 
Wanda Camargo
Educadora e presidente da Comissão do Processo Seletivo das Faculdades Integradas do Brasil – UniBrasil
***

Educadores tem sempre sérias dúvidas sobre o quanto conceder ou cercear liberdades aos jovens em formação. Olhando o recente descontrole de alguns estudantes da USP que a tudo recusam, inclusive o cumprimento de uma decisão retirada de assembléia da própria classe; e vendo que, embora sejam representantes de classes privilegiadas, aquelas que tem acesso ao ensino de alta qualidade pago pelos impostos de todos, cobrem o rosto como se estivessem à margem, o impasse parece imenso.

José Pacheco, idealizador e coordenador da escola portuguesa da Ponte, reconhecida em todo o mundo pelo projeto educativo inovador, fortemente estruturado na autonomia dos estudantes, declara constantemente que muito cedo seu grupo de professores compreendeu que “precisavam mais de interrogações que de certezas”, e empreendeu um caminho feito de alguns pequenos êxitos e de muitos erros, dos quais continuam a colher  ensinamentos, para garantir oportunidades educacionais e realização pessoal para seus alunos.

Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics