Destaques
Facebook
Twitter

    Sorry, no Tweets were found.

Print Friendly, PDF & Email
Ryon Braga
Presidente da Hoper Educação
***

O incentivo à leitura tem sido um dos maiores desafios dos educadores já há alguns séculos. Iniciativas públicas e privadas que aproximam a criança e o jovem do livro vem se multiplicando em todo o país, com sucesso crescente. Já passamos da marca de leitura de dois livros por ano por pessoa no Brasil. Parece pouco, mas esta estatística dobrou nos últimos 20 anos, mas ainda assim é quatro a cinco vezes menor do que em países europeus.

Fazendo uma analogia ao processo de universalização do ensino fundamental – primeiro foi a preocupação em ofertar escolas para todos, agora vem a necessidade de melhorar a qualidade. Na leitura idem. Primeiro precisamos incentivar o hábito da leitura em todas as camadas sociais, depois precisamos aperfeiçoar este hábito.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email
Celso da Costa Frauches

Celso da Costa Frauches

Celso da Costa Frauches
Consultor educacional da ABMES e consultor sênior do Ilape
***

A atual administração do MEC continua a tratar a livre iniciativa na área da educação superior de forma discriminatória, sem levar em conta a importância e contribuição desta para o desenvolvimento do setor e o estrito cumprimento da legislação.

Em 13 de maio de 2010, pelo Ofício-circular DAES/INEP/MEC nº 48, a presidente da Conaes, Nadja Maria Valverde Viana, o presidente do Inep, Joaquim José Soares Neto, e a diretora de Avaliação da Educação Superior do Inep, Cláudia Maffin Griboski, comunicaram, aos pesquisadores institucionais das instituições de educação superior (IES), sem qualquer amparo legal, entre outras alterações no sistema e-mec e em critérios de avaliação institucional e de cursos, que:

(…) o Núcleo Docente Estruturante (NDE), parcela do corpo docente responsável pela criação, implantação e consolidação do projeto pedagógico do curso, deve ser considerado como elemento diferenciador da composição e organização do corpo docente do curso. Exceto nos casos de Medicina e Direito, não se constitui em elemento imprescindível, mas constitui referência indicativa da qualidade do curso.

Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email
Luciano Máximo
Jornal Valor Econômico, em 9 de agosto de 2010
***

Os novos problemas enfrentados pelo Ministério da Educação (MEC) na semana passada em relação ao novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) reavivaram o debate sobre o futuro desse mecanismo de avaliação. Na opinião de especialistas em educação ouvidos pelo Valor, as falhas foram graves a ponto de ameaçar a credibilidade do exame e demonstraram fragilidades do MEC e do Instituto de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Em outubro de 2009, o exame precisou ser adiado por causa do roubo de exemplares da prova; em seguida, realizado o novo exame, divulgou-se um gabarito errado; e, na semana passada, no site do Inep era possível acessar dados particulares de 12 milhões de inscritos das últimas três edições do Enem. Os educadores discutem se o exame pode, ao mesmo tempo, servir como instrumento de seleção para o ingresso nas universidades e de diagnóstico dos problemas do ensino médio, contribuindo para a formulação de políticas educacionais. Para alguns, o Enem está em uma encruzilhada, pois é preciso fazer um escolha entre um e outro.

Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics