Print Friendly, PDF & Email

Fábio José G. ReisProf. Dr. Fábio J. Garcia dos Reis – Diretor do Centro UNISAL-Lorena
www.fabiogarciareis.com
Outubro de 2009

O diretor do Center for International Higher Education do Boston College, Philip Altbach, fez uma série de provocações durante a palestra proferida para um grupo do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (UNISAL), que estuda a dinâmica da educação superior e que participou de um seminário em Boston, entre os dias 12 e 13 de outubro de 2009. O tema da discussão foi o processo de globalização e internacionalização da educação superior.
Ele começou a apresentação com uma pergunta interessante: O Brasil está preparado para participar efetivamente do processo de globalização e internacionalização? Se não estamos, quais as conseqüências? Antes de responder às perguntas de Albtach, vou sintetizar a análise que ele fez durante a palestra.
Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email
Gabriel Mario Rodrigues

Gabriel Mario Rodrigues

Gabriel Mario Rodrigues*

O Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao abrir os trabalhos do 9.º Congresso Nacional de Iniciação Científica-CONIC, realizado em São Paulo, na última sexta-feira, 13, rebateu as críticas de que a máquina estatal teria aumentado durante o seu governo. Segundo ele, o país tem apenas 10 mil funcionários a mais do que em 1997 e não pode dar um salto de desenvolvimento se não investir em pessoal.

Lula surpreendeu os mantenedores ao enaltecer o papel desempenhado pelos setor privado na oferta de ensino superior para o pais. “A verdade é que o Estado não cumpriu as suas obrigações. Graças a Deus houve empresários (…) que tiveram a coragem de fazer investimentos. Se não fosse o ensino privado, a incompetência do Estado brasileiro de investir na educação nos levaria a ter apenas uma pequena elite, a elite paulistana, na universidade pública.”
Leia mais »

 
Print Friendly, PDF & Email

Ronald Braga (Doutor em Educação – Consultor Educacional. profrbraga@terra.com.br )

Max Weber, o maior sociólogo da burocracia, afirmou ser o grande conflito das grandes sociedades a burocracia do poder versus democracia e não o socialismo versus democracia.

No Brasil, foi Raymundo Faoro que estudou profundamente a questão: o Brasil, desde colônia de Portugal, até hoje, consolidou-se como um estamento burocrático onde os “donos do poder” mandam e desmandam, sobrevivendo a todas as mudanças, conflitos e a todos os setores importantes do país, como economia, política, educação, etc.
Leia mais »

 
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics