Print Friendly, PDF & Email
Antônio de Oliveira
Professor universitário e consultor de legislação do ensino superior da ABMES (1996 a 2001)
antonioliveira2011@live.com
***

Saber esquecer o mal também é ter memória! E que memória! Bota memória nisso!… A propósito, use ponto de exclamação ou de admiração [!] para expressar o lado admirável do mundo e da vida. Incluindo ou não a presença dos pronomes que e quem, empregados exclamativamente: Magnífico! Bravo! Que beleza! Quem me dera! A propósito, e admiravelmente a propósito, a palavra milagre vem de “mirari” que, em latim, significa tomar-se de admiração ante coisas da vida que se impõem como boas, verdadeiras ou belas. E tomar-se de admiração é ter alma de salmista. É ter sensibilidade ante os céus que proclamam a glória de Deus e o firmamento que anuncia a obra de suas mãos.

Com o ponto de exclamação, dê entoação à voz, solte um grito, um brado de prazer, de alegria. É goooool!… Na pontuação certa, dê vazão também à raiva, à tristeza. Vale soltar os cachorros. Ninguém é de ferro. De vez em quando, pode. Adélia Prado não escreveu “Solte os cachorros”? Jesus não expulsou os vendilhões do templo? De outra feita, também pegou pesado: Ai de vós, hipócritas!

Quanto à dosagem, há um ponto de exclamação em todos estes versos de Fernando Pessoa: “… A ciência… / Pesa tanto e a vida é tão breve! / Entrai por mim dentro! Tornai / Minha alma a vossa sombra leve! / Depois, levando-me, passai!” Às vezes, a exclamação passa pela nossa capacidade de indignação contra as diversas e criativas formas de violência, na vida doméstica e na vida pública. Que se ouça do Ipiranga um novo grito de independência, bem retumbante. Um basta contra o vírus da corrupção. Nossa! Como a corrupção anda à solta neste Brasil! Abaixo os assaltantes e fichas-sujas! E haja pontos de exclamação!!!… Cabe também um protesto contra o desvio do dinheiro público. Ai! Como sofrem os doentes desamparados, os desabrigados, os usuários de transportes precários, as crianças sem escola e sem merenda! Como dói a indiferença da maioria dos políticos! E como nossa estupidez não nos deixa ver!

Mas, vamos falar de coisa boa! Que dia lindo! Que amor de criatura! Que família unida! Que delícia de música! Que atendimento VIP!

Valeu! Graças a Deus! Graças ao ponto de exclamação!…

Avaliar

Deixe uma resposta

Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics