Posts Tagged ‘aprendizagem’

Gabriel Mario Rodrigues2

Gabriel Mario Rodrigues
Presidente do Conselho de Administração da ABMES
***  

“Daqui a trinta anos os grandes campi universitários serão relíquias. As universidades não vão sobreviver. Trata-se de uma mudança tão importante quanto a introdução do livro impresso” (Peter Drucker)

No mundo do pós-tudo, Peter Drucker, educador e “pai” da administração moderna, alertava para a era da pós-educação que já começava a delinear-se há algum tempo, colocando em xeque o modelo educacional e institucional que tem se mantido quase inalterado nos últimos 200 anos.

Tenho dito com certa insistência em meus artigos que nossos jovens estão estudando para negócios que não existirão mais nos próximos anos. Recebi dias desses, pelo WhatsApp, uma radiografa das novidades e a celeridade com que elas atropelam as velhas estruturas. Sintetizo o conteúdo: o Spotify faliu as gravadoras; a Netflix, as locadoras; a Google, a Listel, as Páginas Amarelas e as enciclopédias; a OLX, os classificados; o smartphone, as revelações fotográficas.

Leia mais »

Avaliar
Ronaldo MotaRonaldo Mota
Reitor da Universidade Estácio de Sá e Diretor Executivo de Educação a Distância da Estácio
http://reitoronline.ig.com.br
***

A área da genômica educacional tem se expandindo rapidamente nos últimos anos devido aos avanços em genética e tecnologias digitais, permitindo o uso de informações detalhadas sobre o genoma humano e, desta forma, identificar sua parcela de contribuição para características particulares relacionadas aos processos educacionais.

Analítica da aprendizagem (em inglês, learning analytics) diz respeito à abordagem educacional baseada na coleta e análise sistemática de dados sobre o comportamento dos educandos com o suporte de modelos, simulações, algoritmos e padrões estatísticos. Genômica educacional, juntamente com analítica da aprendizagem, podem ser as chaves para uma educação personalizada, colaborando no desenho de estratégias educacionais e currículos customizados, evitando penalizar os educandos que não se encaixam nos modelos educacionais mais tradicionais voltados ao atendimento da média.

Leia mais »

Avaliar
Paulo VadasPaul Ivan Vadas
Professor, palestrante, escritor e consultor em educação para instituições de ensino superior no Brasil e nos EUA
***

“O que interessa, essencialmente, não é o que a escola ensina, mas sim o que o aluno aprende nela ou fora dela. O que conta, efetivamente, é a competência desenvolvida.
As competências desenvolvidas em atividades fora da escola, no mundo do trabalho e na prática social do cidadão, devem ser constantemente avaliadas pela instituição educacional e aproveitados para fins de continuidade de estudos, numa perspectiva de educação permanente e de contínuo desenvolvimento da capacidade de aprender e de aprender a aprender, com crescente grau de autonomia intelectual.
A nova ênfase proposta é para o resultado da aprendizagem e não simplesmente para o ato de ensinar.” (Parecer CNE/CP 29/2002, p 24 – Homologado em 13/12/2002).

A citação acima, definida pelo CNE/CP do MEC em 2002, sintetiza de forma clara as tendências da educação superior, principalmente nos Estados Unidos, onde o processo de avaliação e reconhecimento do aprendizado laboral e do autodidatismo, já é um fato em várias IES de renome.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics