Destaques
Patrocínio
Facebook
Twitter

Posts Tagged ‘china’

Celso Niskier
Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca
***

Cansados, mas felizes. Assim nos sentimos ao regressar dos quinze dias que passamos na China, como parte da Delegação ABMES Internacional. Sons, aromas e sabores compuseram um mosaico de sensações variadas, de difícil descrição, que ainda pairam sobre cada um dos membros da nossa comitiva. Difícil será esquecer tantas imagens e impressões desse país fenomenal.

Foram dias intensos, de muito aprendizado, novidades, experiências únicas e, por que não, bastante diversão. Percorremos quase 40 mil quilômetros, passando por cidades que convivem com a cultura milenar e conhecendo inovações que estão revolucionando o mundo, especialmente na área de educação.

Leia mais »

Avaliar

Celso Niskier
Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca
***

O dragão, segundo a mitologia chinesa, foi um dos quatro animais sagrados que participaram da criação do mundo. Segundo a mesma mitologia, eles podem ser grandes como o universo, ou pequenos como um bicho-da-seda. É o depositário de todas as qualidades que se pode almejar: sabedoria, coragem, nobreza, força e beleza. Serve, portanto, de inspiração para uma jornada que se inicia nesta semana.

Depois do sucesso da viagem à Rússia, em 2017, e a Israel, em 2018, a Delegação ABMES Internacional, promovida pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior, embarca nesta semana rumo à China. Um grupo de 40 mantenedores e dirigentes educacionais, patrocinado pelas empresas Grupo A e Pearson, visitará durante duas semanas as principais universidades chinesas, para conhecer um pouco mais sobre o chamado “milagre chinês” e como esse país continental, que é o maior parceiro comercial do Brasil, está enfrentando os desafios do século XXI.

Leia mais »

Janguiê Diniz
Diretor presidente da ABMES
Mestre e Doutor em Direito

Fundador e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Ser Educacional
***

Há anos que a China vem se desenvolvendo a galope. Com altas taxas de crescimento (mesmo isso podendo ser um risco), o país mais populoso do mundo se mostra competitivo em diversos setores. Na área de tecnologia, os chineses se tornaram vanguardistas em inovação. Por lá, o número de startups cresce exponencialmente e o ecossistema já é muito maior, por exemplo, que o do Vale do Silício. O país já é líder mundial em startups financeiras (fintechs), educacionais (edtechs) e varejistas.

É da China, por exemplo, a atual startup mais valiosa do mundo: a Bytedance foi avaliada, em 2018, em US$ 75 bilhões, superando a Uber, que ficou na casa dos US$ 72 bi. Logo em seguida, na terceira colocação, mais uma chinesa, a Didi Chuxing, plataforma de transporte privado, com valor de mercado de US$ 56 bilhões. Para se ter uma ideia, enquanto, no Brasil, há apenas cinco startups unicórnios (as que passam o valor de US$ 1 bilhão: 99, PagSeguros, Nubank, Stone e iFood), a China já registra mais de 160 delas.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics