Destaques
Patrocínio
Quero Summit
Facebook

Posts Tagged ‘EAD’

Oscar Hipólito
Professor Titular da USP, ex-reitor da Universidade Anhembi Morumbi
***

Apoiado no avanço da tecnologia digital, o ensino superior brasileiro a distância que vem crescendo ano a ano a taxas elevadas, tem permitido que cada vez mais brasileiros sejam incluídos em cursos superiores, o que não deixa de ser uma boa notícia, especialmente em um país carente de pessoal de nível superior.

Não há a menor dúvida de que o Brasil precisa do ensino a distância para poder atingir as metas de escolaridade superior de sua população. De acordo com dados do Censo da Educação Superior de 2017, divulgado pelo INEP/MEC, a educação a distância, EAD, que praticamente inexistia há quinze anos, já responde pelo percentual de 21,2% do total das matrículas na graduação. Enquanto em 2001, apenas 5.359 estudantes estavam matriculados na modalidade de cursos a distância, em 2017, último dado oficial do MEC, esse número se multiplicou por 328 vezes, saltando para 1.756.982 alunos, um crescimento vertiginoso.

Leia mais »

Avaliar

Celso Niskier
Diretor presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES)
Reitor do Centro Universitário UniCarioca
***

Em uma sociedade cada vez mais múltipla e conectada, será que existe uma única forma correta e eficiente de transmitir conteúdo? Há séculos, quando o modelo educacional ainda predominante foi desenvolvido, havia o entendimento de que professores ensinavam, alunos aprendiam. Nessa hierarquia, nessa lógica.

A partir dessa compreensão foram criadas as salas de aula tradicionais, com lousas (recentemente substituídas pelos quadros brancos), carteiras enfileiradas e docentes dotados de giz e voz. Nas últimas décadas, contudo, o surgimento e a disseminação de novas tecnologias da informação e comunicação impuseram à sociedade contemporânea novas formas de se comportar, se relacionar e também de aprender.

Leia mais »

Avaliar

jacir-venturi2017Jacir J. Venturi
Coordenador da Universidade Positivo e membro do Conselho Estadual de Educação
Foi professor e diretor da UFPR e PUCPR
***

Neste preâmbulo, valho-me de duas valiosas e até antagônicas metáforas da sabedoria popular. Quando citei a primeira – “é o pássaro madrugador que apanha a minhoca…” –, meu amigo, admirável matemático e executivo de várias empresas renomadas, com um sorriso maroto, retrucou: “é, mas é o segundo rato que come o queijo…”. Sim, demorei um pouco para entender: o primeiro rato madrugador é abocanhado pelo gato!

Pois bem, analogamente a essa parábola, na Educação Superior brasileira, quem está comendo o queijo é a Educação a Distância (EAD), que é consideravelmente recente, mas já se consolidou. O expressivo crescimento dessa modalidade educacional, porém, não se fez sem efeitos colaterais, pois, com alguma dose de canibalismo, promoveu uma redução no ensino presencial. Com matrículas praticamente nulas em 2003, a EAD alcançou a cifra de quase 1,8 milhão de alunos em 2017 (dados mais recentes disponibilizados pelo INEP/MEC), com taxas de crescimento de até 27% ao ano. Nesse mesmo período, a modalidade presencial apresentou um incremento anual médio de 6%, no entanto apresenta um ponto de inflexão há três anos, com quedas consecutivas especialmente nas Instituições de Ensino Superior (IES) privadas.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics